segunda-feira, 21 de abril de 2008

Insónias

Atiro-me à queima roupa contra os cobertores. Os soníferos se recusam a me embalar o sono. A chuva continua a desmoronar-se em trapinhos de água doce sobre a minha cabeça. Temo acordar amanhã com os sentimentos constipados, mas, não tenho outra anestesia senão brincar às escondidas com a insónia. Tenho preguiça de morrer hoje. Tenho preguiça de ficar aqui deitado. À espera. Tenho preguiça de recuperar os poemas que encontrei sepultados na tua boca. Tenho-me de pé!! Sim, tenho-me na vertical. Fumo mais meia-dúzia de palavras às escuras. Espeto um prego em cada uma delas, mas, apenas e só, nas extremidades das sílabas tónicas. Chove. Cá dentro também. Corro para o exterior do quarto e adivinho um décimo do teu perfume nas fotos que ainda resistem ao gesto destemperado de te rasgar a ausência. Procuro os meus olhos no espelho. Recuo perante a tua omnipresença semi-nua. Refugio-me no interior de um envelope qualquer sem remetente e envio-me com destinatário desconhecido, publicamente anónimo.
Pois é, tenho o mau hábito de espiar as zonas quebradiças da tua alma e tu tens o mau hábito de me fazer regressar à vida quando os soníferos aceitam o embalo envolto na anestesia de água doce que a chuva faz cair sobre mim.

96 comentários:

Pena disse...

Olhe, amigo, um sensacional poema em prosa. Decorado bem ao seu modo em que cria imagens muito belas reis ou irreais de explicar a noite. Explicar o adormecimento. Parabéns sinceros. Gostei muito do estilo de comunicar com os objectos, as sensações e as emoções, mesmo irreais que elas sejam.
Os meus parabéns sinceros.

Abraço forte de amizade.
Voltarei sempre.
Com estima e respeito

pena

Glaucia disse...

Adorei teu blog, e a forma com que escreves.Voltarei para apreciar mais.
Se quiser tb passe lá no meu, www.palavrasquaseracionais.blogspot.com

David Monsores disse...

Olá!
Visitando aqui, e não me arrependo nem um pouco!
Sinto o que o poema fala, e raríssimas ou nenhuma das vezes consegui expressar tal sentimento de forma tão juz!
Abraço!!

Anónimo disse...

Hoje encontrei um tesouro perdido num envelope sem destino,um poema para ser decl-amado entre os lençois que te embrulham o meu sonho numa noite de chuva.
Luisíndia Caetano.

Perla disse...

Sorry, mas hoje propunha-te um desafio... aceita, please...

Bjs

Clepsydra disse...

A noite, essa (temível) chave do baú da memória…

EDUARDO disse...

Pena

Há noites em que a insónia nos habita por todos os lados e demoramos um pouco mais a trepar os andaimes do sono.

Quando escrevo parto sempre do real à representação do irreal, das hipérboles... do crepitar das labaredas vivas do meu viver, dessa negação em me aposentar... As palavras, reais ou não, me empurram pra o dia seguinte, que é sempre melhor!

Um abraço caro amigo!
Obrigado!

EDUARDO disse...

Glaucia

Conto com a tua aparição nos próximos capítulos! A tua vinda será sempre agradável, já fui expiar o teu ninho! :-)

EDUARDO disse...

David Monsores

Antes de mais obrigado pelo comentário! Sabes, a escrita é uma exigência íntima e uma das coisas que me deixava "lixado" no princípio era o facto de eu escrever "A" e reparar que o meu "A" chegou em forma de "B" ao leitor.

Agora não. Sosseguei. Cada um tem o seu estilo, a sua marca, as suas temáticas, os seus acidentes mais íntimos! Que seja A,B,C ou D... Quem não tem?

Abração amigo!

EDUARDO disse...

Luisíndia Caetano

Tens uma forma peculiar de protestares os meus textos :-) há algo poético e muito bonito no teu modo de comunicar. Obrigado pelas palavras de amizade e estima!

EDUARDO disse...

Perla

amiga obrigado por me teres incluído! Já fui vasculhar o desafio agora só me falta furtar um momento de tempo pra entornar aqui a tua proposta :-)

EDUARDO disse...

Clepsydra

Adoro os silêncios da noite, mas, gosto em dobro, dos seus murmúrios suspeitos...

Beijão amiga Clepsy

Xinha disse...

"Temo acordar amanhã com os sentimentos constipados"! Uma pérola destas só poderia sair dos teus dedos! Fantástico amigo! Continuo a dizer que é difícil comentar os teus posts! Bjão sem preguiça e envolto na amizade que te tenho*

Clara disse...

"Tenho preguiça de recuperar os poemas que encontrei sepultados na tua boca."

Cada vez mais gosto de ler o que escrever.

Beijinhos.

xanata disse...

nunca te tinha visto escrever assim..
amei o teu poema.
fez crescer agua na boca de mais..
simplesmente fantastico!
:)

Carla disse...

...pois é tens o bom hábito de me encantares com a beleza das tuas palavras!
beijos com pingos de chuva

O Árabe disse...

Genial, amigo! A mais poética descrição qeu já vi, de uma noite de insônia! :)

NAELA disse...

Eduardo estou sem palavras! Texto que expressa na profundidade as emoções, que dão vida a sentimentos tonando-os reais!
Simplesmente excelente um beijo doce

OUTONO disse...

Insónia....
Também padeço...amigo. E quantas vezes a escrita ajuda...ou destrói, porque inspiração é quase totoloto ...
Leio o teu texto, e vislumbro um arremesso de raiva, com doçura apaziguadora. É o fogo da palavra e o gelo da paz. É o olhar distante e a certeza por perto. E a luta acaba sempre no desconforto do acordar forçado...

Como te entendo...

Um forte e amigo abraço

mariazinha disse...

ai as danadas das insónias!...

gostei muito ;D

beijo*

EDUARDO disse...

Xinha

Que a nossa amizade nunca se constipe nem que o frio e a chuva caiam em toneladas... Teremos a compreensão como analgésico e antipirético :-)

Obrigado pelo parágrafo de carinho!

EDUARDO disse...

Clara

Não sei até que ponto é que a poesia não é uma réplica da efémera insónia que é a vida!

Beijão :-)

EDUARDO disse...

Xanata

Eu é que fico surpreendido com o teu gostar :-) taaanto!

EDUARDO disse...

Clara

É um movimento formidável da alma. Escrever e descrever a noite sem embaciar o brilho e a pureza da razão!

Te gosto!

EDUARDO disse...

Árabe

Genial é a tua atenção! Obrigado pela atmosfera positiva!

Abraço amigo!

EDUARDO disse...

Naela

Apenas moldo os sentimentos, a beleza, quando há, cabe ao leitor, eu inclusive, explorar e reconstituir, os verbos fragmentários de cada parágrafo!

Beijão amiga Na

EDUARDO disse...

Outono

Há Sónias bem mais complexas do que uma insónia só. :-)


Noites em que escrever é de facto, uma oportunidade pra denunciar o estrondo dos dias...

Um big abraço amigo e obrigado pela partilha!

Dani disse...

Um poema que demosntra um duelo entre a razão e a emoção.
Belos versos.
Obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao meu cantinho =)

EDUARDO disse...

Mariazinha

A minha insónia esfuma-se na imprecisão do que não consigo adormecer na memória. É uma espécie de insónia de sentimentalidades que se recusam a obedecer a ficção!

Amiga, um beijão sono-lento :-)

EDUARDO disse...

Dani

Curti essa:

"...um duelo entre a razão e a emoção..."

Beijinhos emocionados :-)

Maria Clarinda disse...

(...)A chuva continua a desmoronar-se em trapinhos de água doce sobre a minha cabeça.(...)
Eduardo...adorei atua escrita, adorei passer pelo teu mundo.
Parabéns.
Jihs

Justine disse...

Texto brilhante, inovador, brincando com as palavras. Parabéns

Margarida disse...

um texto fantastico... carregado de sentimentos, de movimento... lindo!

Alma Nova ® disse...

e que belos maus hábitos que te obrigam a viver, em vez de te deixarem embalar na ausência de ti!

gaivota disse...

insónias... um mal comum pelo que me apercebo...mas eu ainda (ou já não) não consigo tratar deste problema assim, duma forma tão descritiva...
beijinhos

cõllybry disse...

Insónia... espera, que desespera,desse momento em que a Alma, por fim se liberta...e voa,livre...
Uma delicia esta forma de expressar
em palavras poeticas...

Doce beijo e meus rastooooos

Aqui em rabiscos poeticoa

http://haflordapele.blogspot.com

Aqui em pensamentos

Liz / Falando de tudo! disse...

Adorei!
"tenho preguiça de morrer sempre"!
Uma passadinha para te agradecer pela visita no meu cantinho e dizer que me sinto honrada de de ver por la!!
Um abraço,
Liz

EDUARDO disse...

Maria Clarinda

Espero continuar a sentir-te constante por aqui, obrigado por me gostares :-)

EDUARDO disse...

Justine

Reservo para mim essa vontade súbita de brincar com as palavras já que a vida é demasiado séria para ser brincada :-)

beijinhos em ti

EDUARDO disse...

Margarida

Fantástica é a tua presença neste humilde ponto de encontro!!

beijão... porque - Procuro os meus olhos no espelho. E o espelho podes ser tu!

EDUARDO disse...

Alma Nova

Belos maus hábitos que invento mesmo quando não os tenho.

Tento inventar um sentimento que não existe ainda! :-)

beijinhos com Alma e coração

EDUARDO disse...

Gaivota

Amiga no texto não falo propriamente da insónia provocada pela ausência de sono, mas sim, de uma "insónia" incitada pela dificuldade de adormecer alguns sentimentos dos quais já não preciso.

beijão grande e...
gai volta sempre :-)

EDUARDO disse...

CÕllybry

Seguirei os teus rastos, essa descoberta real que a si mesma se basta pra ser perfeita, ou quase.

beijão amiga Colly, obrigado!

EDUARDO disse...

Liz

Também é uma honra ter-te como participante deste albergue, deste intante instantâneo cuja participação é aberta, deste espaço que em todo e em tudo procura traduzir pedaços íntimos de cada um de nós, deste espaço onde as minha vivências fluem e... aceitam o embalo envolto na anestesia que são palavras, divisíveis, portanto, cabem em todo o lado, não são rígidas nem fixas, podem ser um espelho, se houver alguém que sente como elas sentem, podem ser um espelho pra quem com elas se identificar, podem ser tudo, podem ser uma grande... bla bla bla :-) o resto não digo eheheh

beijinhos em ti, obrigado pelo momento...

hora tardia disse...

bom dia Eduardo...vim apenas de fugida agradecer...:)

sem net...passei por um ciber para ver o correio. mas não quis deixar de manifestar o meu prazer.

Um Momento disse...

Muitos Parabéns!
Gostei imenso da forma como escreves!
Deixo um enorme sorriso com a promessa de voltar:)

Beijo com o desejo de um bom fim de semana:)))

(*)

Marrie disse...

Gostei muito daqui!
Voltarei mais vezes.

Val Du disse...

Sr. Eduardo Paradoxos.
Continuas com as belas falas e as falas belas.

É isso aí.

Um beijo.

M. disse...

Gostei muito deste teu texto. Original. Lá nos encontraremos no blog do Eremita, suponho, descobrindo as nossas palavras e as dos outros.

ternura disse...

O que li considerei muito bom.
voltarei com tempo para te ler melhor.
Não agradeço, está claro, depois do pedido que me foi feito, a visita ao meu blogue.
:-)
Boas bloguices.

Sofia disse...

vim dar a conhecer o meu blog e claro espero lá por ti.
beijos

Fa menor disse...

Gosto da tua escrita!

Também gostei muito do teu texto da 12 palavras... original!

maria disse...

Sim, sabes dizer as coisas.

beijos

Betty Branco Martins disse...

olá_________Eduardo




.a


tua


escrita



balança_____entre os meus olhos e.o________meu instinto


________abro a janela


oiço o mar________não chove




somente_____por acaso____...



__________[...]_______









beijO______C______carinhO

M. disse...

O mundo está a encolher.De preguiças comuns, de insónias e sonoríferos, de fumaças, fragmentos aqui e ali com que vamos preenchendo e enchendo as zonas quebradiças da alma. Já anestesias tu.. se dos verbos construídos ressalta pura paixão.

Beijo

bekeflowerlee disse...

Oiiii!
Grande Eduardo! :)
Mandas bem!

Beijos

Rui Caetano disse...

Um bom dia de 25 de Abril!

Fragmentos Culturais disse...

Muito interessante a tua escrita... e a parte final linda!

Há noites em que tudo 'se cola' a nossos pensamentos...

Sensibilizada pelo olhar 'musical' poisado em 'fragmentos'! Alguns gostos comuns...

Um beijo

... lamento andar tão atrasada no que concerne o acompanhamento dos meus 'comentadores'! Meu trabalho não me tem permitido ser mais 'presente'!

Júlia Moura Lopes disse...

a prosa poética às vezes suplanta a poesia.

gostei muito e acho que já lho disse!

Engraçado que no inicio pensei que o Eduardo fosse brasileiro pela forma reflexiva que usou em
" se recusam a me embalar ", colocando os pronomes antes.

No todo, adorei, principalmente o ultimo parágrafo. É um texto com uma carga espiritual grande, na sua sensualidade envolvente.

já tem forma própria a sua escrita, isso é bom! parabéns!

O Árabe disse...

Não temos novo post... mas te posso desejar um bom final de semana. Abraço, amigo.

Arnaldo Reis Trindade disse...

"Deixarei de te amar às escondidas
em legítima defesa do meu coracão!"
Por essa e outras frases resolví que essa não será uma única visita que farei ao teu blog,tenho certeza que virei mais aqui e que se tiver tua permissão colocarei teu blog na minha lista de "favoritos",sou novo aqui e estou procurando entender,como isso funciona e quais os blogs bons pra se visitar,onde vale à pena parar pra ler e hoje eu encontrei esse blog,parabéns por saber tão bem como ultilizar as palavras,querias eu ter esse dom.
Parabéns
Abraço.

Lyra disse...

Olá, bom dia,

Passei por aqui só para desejar em excelente fim de semana e deixar um beijinho grande.

Voltarei na segunda-feira para te ler. Até breve.

;O)

Leonor disse...

Eduardo

Há muito tempo que não lia nada tão bom; um verdadeiro poema em prosa, como diz pena, mas escrito com mestria.
Parabéns!

as insónias (de que sempre padeci) podem ser noites de extrema inspiração e alguma magia, mas só alguém que saiba utilizar a língua com arte as pode assim descrever

Bom fim de semana

trebaruna_666 disse...

é mt complicado quando espiamos as zonas quebradiças da alma...ai é k conhecemos melhor a pessoa e ficamos com a noçao do que ela é

Claudia Perotti disse...

Nem sei oq dizer. Saio daqui extasiada!

Beijinhossssssssssss

Sérgio Figueiredo disse...

Meu Bom Amigo Edu,

Poucas palavras tenho para poder comentar este teu, belo poema. Ele é rico de palavras e sentido. Expressas muito bem uma noite de insónia, aproveitando toda ela para brincares com as sábias palavras que escreves até o... "adormeceres".

Parabéns

Um Bom Abraço

EDUARDO disse...

Hora Tardia

Mesmo de fugida, apareceste! Sei bem o que é não ter net em casa e pior ter que contar os trocos pra mais uma horita de utilização...
Beijinhos fugidos pra dentro de ti :-)

EDUARDO disse...

Um Momento

Faço do teu gosto o meu! Obrigado pelo momento da tua presença! Beijão bom!

EDUARDO disse...

Marrie

Volta e "revolta-te" mais vezes, serás bem vinda :-) agradeço a visitagem!

EDUARDO disse...

Val Du

Este ninho também é teu amiga Lady. É isso aí, o nosso ponto de encontro! :-)

EDUARDO disse...

M.

Ser original é ser Horiginal! Original é o carinho que me tens! Beijão com "H" pois se os acordes da memória não me falham a palavra original originalmente escrevia-se com "h"

EDUARDO disse...

Ternura

De facto, és uma ternura! Vieste depositar um pouco da tua simpatia e ternura... por estes lados!
Beijo et-terno!

EDUARDO disse...

Sofia

Sei bem o que é estar no começo... Até hoje ainda me encontro no princípio... Conta comigo por lá!

EDUARDO disse...

Bekeflowerlee

Grande Beke! Tu é que mandas BEM esse carinho pelo meu blog, ou por mim, não sei, é uma cena complicada aqui na blogaria a de saber se é do sujeito criador ou do sujeito/objecto criado pelo qual sentimos...
Tanks :-)

EDUARDO disse...

Fa Menor

Agradeço o teu depoimento! É estimulante... Uma espécie de combustível mental :-)

EDUARDO disse...

Maria

Vou dizendo as coisas que me vão coisando a vida... Não sei se estás a ver a coisa hum :-) ?
Beijão grato!

Ás de Copas disse...

Um intenso relato de ausência que me fez doer a leitura. Gostei muito...

Um beijo

EDUARDO disse...

Betty B. Martins

Balanço entre os teus olhos e o teu instinto? Assim fico com fôlego sem. :-)
Gostei...
Beijão com vinho ins-tinto!

EDUARDO disse...

Rui Caetano

Sim, viva a liberdade no seu sentido mais lato! Um abraço GRANDE amigo!

M. disse...

Escapei-te ou não mereço resposta? :)

Um minúsculo grão. Não importa. Estou a picar-te.

Um cravo e um beijo ;)

EDUARDO disse...

M.

Não esqueci não :-) estimada amiga aqui vai a tua resposta:

O efeito secundário de uma noite de insónia é um pesadelo ao vivo sem a anestesia da leveza do sono!

Agradeço a subtileza das tuas palavras aqui semeadas amiga! Beijão grande! :-)

M. disse...

batoteiro :)

EDUARDO disse...

M.

Eheheh :-)
Sou o batoteiro inesperado que utiliza o amor como o único pretexto pra ilustrar em ti as mil vezes que segui o teu fascínio e nada te disse!
:-)

EDUARDO disse...

Árabe

merci beaucoup pelo regresso amigo :-)

EDUARDO disse...

Trebaruna 666

Todos temos zonas da alma um pouco mais quebradiças, concordo em pleno contigo! Beijão grandão amiga!

EDUARDO disse...

Leonor

Gosto de descontruir-me em palavras à margem do que o exterior me traz!
Amiga querida, um beijinho em ti, obrigado!

EDUARDO disse...

Às Copas

Bem vinda aos meus relatos deste jogo que te faz doer a leitura, curti essa :-)

EDUARDO disse...

Sérgio Figueiredo

Amigo, sempre atencioso e presente um GRANDE ABRAÇÃO pela tua presença essencial!

EDUARDO disse...

Cláudia Perotti

Viva o teu regresso... Já sentia a tua ausência presente por aqui! Beijão do fundo de mim!

EDUARDO disse...

Arnaldo R. Trindade

Palavras poderosas lançadas ao blog!! Permissão plena, adiciona-me numa boa!
Também estarei por la, no teu. Abraços aos favoritos :-)

EDUARDO disse...

Lyra

Amiga já sabes o itinerário... Pra chegar... Cá te aguardo no lugar dos paradoxos :-)

anamarta disse...

Fumo mais meia-dúzia de palavras às escuras. Espeto um prego em cada uma delas, mas, apenas e só, nas extremidades das sílabas tónicas. Chove. Cá dentro também.

Lindo!!!
Cada vez gosto mais de te ler!
Olha no meu blog tenho um desafio para responderes, aceitas?
beijos

EDUARDO disse...

Júlia M. Lopes

Tenho o mau hábito de não me nortear pelas regras e sinalizações próprias da linguagem escrita enquanto algo que se aproxima da poesia. Não sigo métricas... Tanto transformo um substantivo num verbo como um adjectivo numa equação de primeiro grau.

Deixo fluir... A palavra... Livre em seu delírio!

Beijão de lírio aromático :-)

EDUARDO disse...

Anamarta

"Temo acordar amanhã com os sentimentos constipados"

Obrigado por me agasalhares os afectos com as tuas palavras de amizade...

Relativamente ao desafio, estou entre a espada e as palavras! :-)

um beijão nas extremidades do teu ser!

Su disse...

Meu dEus, meu dEus! Eu adorei este texto, faz tempo muito tempo que não lia algo tao genial, adorei, adorei mesmo, tu tem talento, e espero, espero que ele tenha asas e não se fique só por este espaço!

Parabéns!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,