domingo, 23 de janeiro de 2011

8 comentários:

OutrosEncantos disse...

:))) hummmm.... beijo;)

... quanto à marotice, achei que sendo surpresa, mesmo surpresa, meeeeesmo..., sabia muito melhor ;)
ainda bem que gostaste :)
aquele poema é dos textos mais lindos que escreveste.

mais bjin e abracito muito amigo.

Apenas eu disse...

a originalidade a surpresa reinam aqui, deixam-me curiosa e "obrigo-me" a decifrar o que poderá querer dizer ou não... palavras soltas aqui e ali, juntando a imagem sempre sugestiva, é sempre um bom momento de reflexão.

Daniel Savio disse...

Tenho de concordar com a rapa para pensar, é algo para iniciar uma viagem entre os sentimentos.

Concordo que imagens são mais eloquentes caladas, mas é por que o sentimento entrelaçados a esta imagem fala por si próprios.

Até pode ser impróprios para ler, mas não ao sentimentos.

Fique com Deus, menino Paradoxos.
Um abraço.

Pena disse...

Enorme Amigo:
Tem arrepios de gigante genialidade que encanta todos.
Parabéns. É sempre aquele amigo sublime que maravilha e deslumbra.
A sua amizade é uma honra.
Bem-Haja, pela visita extraordinária que gostei imenso.
Abraço forte de amizade a si e ao seu ímpar talento.
Grato e cordialmente.

pena

Excelente!
Bem-Haja, notável amigo.
É gigantresco na escrita sublime.
Bem-Haja!

Areia às Ondas disse...

Adorei, como sempre. Começam a rarear as palavras para explicar o que sinto ao ler/ver-te.

Tatiana disse...

A sutileza carrega imensa beleza!
Tenha uma ótima semana!
Um beijo carinhoso

Mgomes - Santa Cruz disse...

Amigo: É sempre uma surpresa aquilo que escreves e a forma como o fazes.
Um abraço
Santa Cruz

jardinsdeLaura disse...

Talvez imprópios para leitur mas espera-se que próprios para consumo!! Bom apetite! ;)