sexta-feira, 14 de junho de 2013

Fuga: Ao tentar correr
desequilibrou-se
deixou cair a pressa no chão

3 comentários:

disse...

quantas vezes perdemos assim a pressa??
bjo

disse...

quantas vezes perdemos assim a pressa??
bjo

Bica Curta disse...

Tantas e tantas vezes que isso acontece...

(Estou a ler o "in vino veritas" e remanesce-me tudo isso à conceptualização da recordação, diferente de memória, que segundo o mesmo, melhor se fará no contraste; para recordar o frenesim, nada melhor que o silêncio, e vice-versa.)

Ás vezes quase que acho a instabilidade nas coisas diárias e pergunto como é possível ser-se estável?!...

Obrigada pela partilha!