sábado, 20 de setembro de 2008

És-cada degrau de ti

64 comentários:

Ana Maria disse...

Esse poemagrafia
me mostra cada degrau que subo ou desço.
Adoro vir aqui.
Beijinhos.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado amigo.
muito reflexivo esse seu poema.
devemos sempre pensar em subirmos ao encontro de deus.
Subirmos para ajudar nossos semelhantes.
Subirmos para buscar a paz dentro da nossa alma escondida.
Beijos e um fim de semana com muitas estrelinhas do céu para tí.

beijos.

Regina Coeli.

Te aguardo em meu cantinho.

Shakti disse...

E subindo sempre com a convicção que cada degrau deixado para trás irá sempre trazer belas recordações e ensinamentos...mesmo que por vezes tenhamos que descer algum...

bjs

Oliver Pickwick disse...

Um poema literalmente concreto.
Continuo fã da sua criatividade, prezado amigo.
Um abraço!

firmina12 disse...

fiquei agora com um encantamento igual ao que me acontece no outono

quando sem quere, piso as folhas dos plátanos espalhadas no chão arrefecido

Marcia Barbieri disse...

Escadas...sucessões e interrupções e a vida se esvaindo nos degraus...

Beijos

pianistaboxeador21 disse...

Cara,

Fico me perguntando em qual escada esqueci minha vida.

Abraço,
Daniel Lopes

Crystalline disse...

Somos feitos de degraus! :) gostei muito

biazinha disse...

Concretude poética subindo os degraus.
Você é demais, Edu!

Beijos.

O Sussurrar do Corpo disse...

Lindo...um sussurro

Paradoxos disse...

A vida é o ponto de encontro da plenitude da nossa humanidade... e
apesar da poluição mental que não temos por sermos seres civilizados - sim - civilizados... a regra é viver com a rara intensidade terminal de quem nasceu com talento para ser feliz...



sobe!!

Fernando Rozano disse...

magnífico, Edu. seguir sempre. meu braço.

Anónimo disse...

Cada degrau que subo deste túnel iluminado é mais uma conquista.obrigada por dares as minhas pernas esse motor.és-cada talento de ti.
beijos.
Walessa.

Avid disse...

Tenho a mania de começar de cima, talvêz por ter medo do chão, ou a mania do topo solitário.

Aprender a caminhar e a subir ainda me assusta, cada degrau um desafio a ser vencido, uma barreira a ser quebrada…Sucessões de esperas e fragilidades.

Imprescendiveis subidas.
Bjs meus

cacá disse...

gostei do seu blog

Justine disse...

A originalidade da forma, a força das palavras, a qualidade do conjunto: permita-me que o cumprimente efusivamente por tudo isto, caro jogador-de-palavras:))

OUTONO disse...

A escada da vida.

O subir lento ou apressado.

A visão de cima ou a ânsia de olhar ...cá em baixo.

Como sempre uma edição para reflectir.

Como sempre estás de parabéns...com uma criatividade...sempre a subir!

Abraços.

Maria Dias disse...

Não sei se foi proposital mas li debaixo para cima e de cima para baixo (percebo que cada dia ficas mais e mais criativo).Então vamos entrar neste túnel, sem medo e seguir a luz lá no fundo o importante é dar o primeiro passo.

Beijo

Maria Dias

Sei que existes disse...

Concordo plenamente!...
Beijocas grandes

Daniel Aladiah disse...

A inovação na forma como apresentas a escrita também é arte.
Abraço
Daniel

Colibri disse...

Oi Edu,

Depois de estar fora em trabalho, é com enorme prazer que venho aqui novamente a este teu espaço, cheio de criatividade, sentido de humor e profundidade de pensamento.

É sempre uma enorme satisfação ficar aqui a ler as tuas criações...

Abraço grande
Colibri

f@ disse...

Aqui a tua escadinha poética é sempre a subir...
Boa mensagem... belíssimo poema para pensar todos os dias...
beijinhos das nuvens

João da Silva disse...

Concordo integralmente, Edu. É o "Il fault voyager", de Rousseau, em Candide.
Grande abraço!

Sandra Daniela disse...

... E a nossa vida é assim...

Parabéns!!! fico maravilhada com a tua criatividade!!


beijinho

Xinha disse...

tiQue lindo pensamento e tão verdadeiro que ele é...

A vida é isso mesmo... um degrau, e nós temos de subir um a um.. ainda que por vezes isso nos custe ... e cada degrau que sibimos, é mais uma vitória, uma conquista !!

Xi-coração

Clarice Lis disse...

Que demais ... palavras que sobem, palavras que descem, sem fim, infinito!

delusions disse...

importa é seguir!


gostei muito.


Sofia*

O Árabe disse...

Soberbo, amigo! :) Meu abraço, boa semana.

ÞrincessFaßiana disse...

Edu,
senti a tua presença, o teu carinho e o teu abraço, no meu cantinho, vim espreitar-te e foi a melhor coisa que poderia ter feito hoje, depois de um dia de correria, memórias, risos, lágrimas e vida, vida e mais vida, estou aqui sentada a ler-te e a vaguear por onde as tuas palavras me transportam... muito sinceramente, há muito tempo que ando pela blogosfera e nunca me tinha identificado tanto com um bloguista como contigo ... apetece beber cada letra, cada palavra e ficar a sentir cada pedacinho de sentimento que sai daí desse peito ... Parabéns Edu pelo teu canto especial, sincero e verdadeiro, voltarei com toda a certeza e espero que não te importes que coloque o teu link nos meus favoritos :)

eu também estarei aqui ...
beijos

sonjita disse...

Subir, sUbir, suBir até ao topo do nosso ser.....
.... incrivel como consegues com palavars simples dizer tanto....

BJ

Claudia Perotti disse...

Adoro os seus posts!
Beijinhosssssssssss

Tata disse...

"És-cada degrau de ti".

bekeflowerlee disse...

Toda subida tem a hora da descida. rsrsrs

bjs

Ju disse...

hj são 34 (de)graus positivos!!!
a subida sempre é o encontrto com a luz. mesmo que as vezes isso custe um recuo...
beijos, querido!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Edu:
Nessa ansiedade por uma segunda intervenção cirúrgica cardíaca no meu irmão (a primeira foi ontem e demorou 9 horasO), fiz um post porque ou voltava a fumar ou me embriagava. É só um filme que acho que vc não viu. Dedico o post ao meu irmão e ao João da Silva, que saiu da Blogosfera. Conto com o seu apoio.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Clara disse...

Eduardo,

mais uma "produção" fantástica. Mas esta é, para mim, uma das melhores...

Beijinhos

Bia disse...

Cada degrau que subo .. é uma conquista ...


miminhos... atrevidos!

Nanda Assis disse...

é verdade. bem pensado e repassado.

bjosss...

Carla disse...

originalidade, criatividade, beleza...e uma escrita como só tu sabes oferecer!
beijos

Manu Almeida disse...

Olá Eduardo...
"és-cada degrau de ti"
Entendi que primeiro temos que nos conhecer e vencer a nós mesmos e dpois começar a lutar pela vida!

BjOos Sin Ceros!

Manu!!

Betty Branco Martins disse...

.querido Eduardo






.cheguei!!!_______das minhas férias:)


obrigada pela visita.e pelo carinho da leitura.e.da.palavra


.agora é só mesmo um___olá!
volto mais tarde para ler e comentar








beijO_____C_____carinhO

Kátia disse...

Não importa em que degrau estamos e quão cansados podemos estar.O importante é ter força e coragem para continuar a subida.É o que tenho feito a cada dia.Obrigada por mais este espetáculo em forma de palavras.
FELIZ HOJE pra ti!
Beijo!

GMV disse...

Subi, Eduardo, subi para chegar às suas palavras. Lindo, desde o título.
Bjs

Val Du disse...

É, porque a escada que sobe é a mesma que desce.

Grande Paradoxos! :)

Um beijo.

Blood Tears disse...

Subir e descer no carrossel das palavras... :)

Blood Kisses

Edu disse...

Muito bom mesmo.
Sabe fazer uma pausa e simplesmente passar por aqui e ler e ver todo este blog.fantastico

bat_trash disse...

Sabes o que gosto em ti? Falas de sofrimento, dores mas sempre com uma mensagem pra cima....subindo os degraus...:)

Bat Kiss.

lilipat2008 disse...

E esta será a grande escada que n´so subimos ao longo da vida...:)

Desnuda disse...

Um poema visual. És talentoso, perceptivo e sensível Edu. Assim é, e assim deve ser. As vezes, uma pausa pelo cansaço. Mas é olhar pra cima e subir. Outras, descemos um degrau, para que tenhamos compreensão do proximo degrau....


Beijos!

O homem e a mente disse...

Uma forma sintética de falar da vida, do seu percurso, da busca pelo melhor, na busca pelo divino.

Ps: foi para corrigir algo, obrigado a Walessa pelo reparo.

mariazinha disse...

;)*

brilhante!
absolutamente
é
isto
Edu,

Fénix disse...

Será que não interessa mesmo, se conseguimos ou não?

Ou somos nós a prepararmo-nos para o pior?

mariam disse...

excelente!
genial!
bom!
.

em escadinha lhe comento poema.

um grande sorriso :)

mariam

karla disse...

adorei.... e é mm assim k deve ser, subir, subir, subir... mas às vezes canso-me na subida...:S

Filomena Barata disse...

gostei da escada
letrada, signada

voltarei, sim

TCHI de Tchivinguiro disse...

A vida é um descer para subir.

ANA DINIZ disse...

Incrível poesia concreta.

Amei ser conduzida.

Redescobrir o sentido...

Fantastic!


Beijos, Edu.

Ana

Morgana La Folle disse...

Que estranho... Eu desci desci desci desci desci. E gostei tanto!

Um beijo*

rosa dourada/ondina azul disse...

Uma boa reflexão !

Depende do ponto de vista, subir ou descer ...

Fica bem !

Sunshine disse...

Criatividade e sabedoria!!!

GarçaReal disse...

Cada degrau é um passo para a vivência futura.
É uma espera do desconhecido, que afinal dá à vida o sabor do não morrer.

bjgrande do Lago

Obrigada pela visita

Carla Silva e Cunha disse...

ola

gostei...parabens!

Carla

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

nas asas de um anjo disse...

filosófico, heim?
e a imagem está adequada!
este blog tem mt q ler, a seu tempo, lerei aos poucos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,