domingo, 14 de setembro de 2008

Mil poemas abaixo de zero

81 comentários:

Anónimo disse...

Depois de cerca de mil poemas que ja escreveste, surge este EXCELente que me deixa sem autonomia para comentar.
Pela primeira vez, primeira!
Walessa.

OUTONO disse...

Eduardo amigo...

No primeiro momento...pergunto: - Olha se escrevesses!!!

No segundo momento...vejo uma vez mais a tua capacidade fogosa de beliscares o leitor...

No terceiro momento...sorrio pela edição...como sempre contrastante, provocadora e destinada ao querer da sede de quem por aqui passa.

És incontornável na sapiência cénica do chamamento.

Bravo!

Um abraço.

Paradoxos disse...

WALESSA

De facto, não escrevo mesmo. Levo as palavras extremamente a sério. Por isso brinco. Faço turismo com a minha própria interioridade!!

beijão Excel lente
programado em ti!

Paradoxos disse...

OUTONO

Pudesse eu ser provocador sem provocar dor...
Assim... quero ser provocamor e beliscar com as palavras o que com os actos não consigo buscar.


Estimado amigo
um abraço poderosamente fraternal com mil poemas acima de... tudo!

Sandra Daniela disse...

Excelente Mesmo! tu não escreves?! Eu é que fiquei sem palavras á altura deste post! Inteligente, criativo!

beijinho

Paradoxos disse...

SANDRA DANIELA

Não escrevo na medida em que limito-me a fazer cábulas dos meus sentimentos e da realidade que realizo quando penso estar a dizer algo de novo!


Beijão novinho em folha!
Obrigado pela visitagem e pela passagem por esta trincheira de afectos e factos!


Revolta sempre!

:-)

Shakti disse...

E o que andamos aqui nesta vida a fazer senão a complicar...seja em escrita ou em actos...

Mesmo não escrevendo , e apenas brincando com as palavras sabes que te adoro ler !!

bjs

Justine disse...

Escrever é isso mesmo, amigo - é complicar! Porque caímos sempre na tentação de dizer o indizível!
Mas a tua forma é excelente, continua lá a complicar que a gente agradece...:))
Beijo des-complicado

Maria Laura disse...

Pois é, escrever acaba sempre por complicar. Dizer sem dizer, é o mais difícil que há. Mas deita cá para fora todos os mil e muitos poemas... complicados ou não.

Carla Taiane disse...

Você dá intensidade ás palavras...
elas entram num bailar encantador nas suas mãos...

=]


bjos...

GMV disse...

Eduardo,
"Levo as palavras demasiado a sério. Por isso brinco.". E eu acho que é porque brincas com seriedade, que as palavras te amam e não te abandonam.
Lindo.
Bjs

Pedaços de Cereja disse...

Se não escreves, ainda gostava de ver se escrevesses.
:P


Beijinhos *

mariam disse...

Olá!
pois...
gosto (muito) de lê-lo.
Obrigada p'la partilha.

cheguei das abençoadas férias, voltarei aqui de novo para ler os outros posts...

boa semana
um sorriso :)

mariam

biazinha disse...

Continue levando as palavras a sério assim e faça delas tudo o que desejas...Exel Lente!
Beijos.

O homem e a mente disse...

Está muito bom, cada pormenor, vírgula e palavra. Escrita criativa é a expressão gráfica do descarregar de um pensamento abstracto. Muito bom mesmo.

f@ disse...

Exce(l)ente o poema ... a imensa criatividade...
faz o somatório divide por 1 e multiplica por 1000000....ao cubo ...
beijinhos das nuvens

APO (Bem-Trapilho) disse...

muito bonito!!!

Filomena Barata disse...

voltarei, sim, para te ver

sinhã, a. disse...

:-) é isso mesmo, Eduardo.Negativo também é, sempre, resultado. :-)

Caçadora de Emoções disse...

Ilusionista de Palavras,
Porque é que fiquei assim, perdida, à deriva para comentar este texto?
Vou ver se encontro as palavras certas por aí, no acaso dos dias ou na penumbra do anoitecer. Depois volto, com toda a certeza. Não deixo de vir aqui.
Não deixes de me surpreender.

Mil sorrisos :)))

Avid disse...

Poucas pessoas brincam assim com as palavras. Dao vida e ensinam a caminhar dentro de nos. Tens razao, nao escreves. Das a luz aos sentidos. Adoro (te) o que sinto aqui...
Bjs meus

Maria Dias disse...

Oi moço inteligente!

Olha, hoje não venho falar de poesias(um tema de q gosto muito).Mas vim convidar você a aparecer no meu Avesso porque tenho um tema muito delicado por lá.Te espero!

Beijos
Da Maria!

Clara disse...

Eduardo,

gosto sempre da forma como apresentas as tuas palavras.

Um beijo com saudade

vida de vidro disse...

Não acredito que o verdadeiro homem não transpareça na escrita, por muito que "complique". **

~pi disse...

vamos todos num caminho

muito além das

palavras

( abaixo do nível do mar...



~

Val Du disse...

Onde está o verdadeiro homem?
No vazio ou na verdade.
Ora, ora, ora...tudo é vaidade nesse tempo e nesse espaço.

Mas você é o máximo!

Um beijo.

gio disse...

Eduardo,
Muito bom o teu blog!
Obrigado pela visita e um abraço ;)

TCHI de Tchivinguiro disse...

Mil poemas para ter à mesa de cabeceira.

O Sussurrar do Corpo disse...

Um sussurro...

lilipat2008 disse...

Mesmo abaixo de zero nunca está frio enquanto lemos o teu blog...mais uma vez sublime...:D

bjitos

Nanda Assis disse...

complicado e perfeitinho. adoro vc e suas palavras.
bjosss...

Clarice Lis disse...

Gosto muito de vir aqui, sempre uma surpresa. Viajo pelas palavras e pelas formas. bjs da janela.

Claudia Perotti disse...

Não canso de me surpreender com tua criatividade!

Beijinhossssssssss

© Piedade Araújo Sol disse...

fico sempre "surpreendida" como usas as palavras.

talento, acho eu...

beij

Tata disse...

encanto de palavras.

* disse...

demais !!

ti beijo gato

Carlos disse...

e como temos que atenuar a fractura , porque não "jogar" com as palavras e soltar na escrita os gritos do nosso interior.


Abraço

Ana Maria disse...

Menino, imagine se resolver escrever, porque assim já está arrasando.
Beijinhos!

Dry Neres disse...

Fico boba com você.. porque você mora tão longe? Porque você não tá aqui? rsrs
Perfeito, sublime, intocável, meus Paradoxos doces..
Um beeeijo meu bem!

Marcia Barbieri disse...

Não sei quanto ao homem,mas o poeta é sempre perfeito,e pode se envaidecer, a maneira como subverte as palavras permitem.

Beijos, querido amigo

Maria Dias disse...

..Querido obrigada pelo comentário ontem no Avesso!

Tenha um ótimo dia!

Beijo!

Xinha disse...

Bem, meu querido .. o que faria se escrevesses... ;D

Mais um post a mostrar como a inteligencia e o humor, podem ter um bom efeito !!

Xi-coração

Meg disse...

Eduardo

Isto não é complicar, isto para mim é uma surpresa muito estimulante.
Parabéns

Um abraço e... saudades

Jo disse...

Muito bem :)

Blood Tears disse...

A melhor poesia nasce daqueles que não sabem escrever. As ideias brincam com o vocabulário dando à luz textos lindos como este!
UAU!

Blood Kisses

Paulo disse...

Abaixo de zero, urge exaltar o mundo em todos os sentidos.

:))

Um abraço.

Maria Anjos Varanda disse...

Espectacular como sempre.....
Parabens.

Beijos

Pearl disse...

"Fratura com o mundo"
...adorei!

beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

São 5 horas da manhã. Agora que as coisas se acalmaram, consegui fazer um post mais equilibrado, sem tantas flores, só as do João. É sobre um filme que todo mundo já viu e todo mundo sempre quer ver de novo. Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata
Sempre com boas idéias

elvira carvalho disse...

Não escreve. E cada vez que aqui venho vejo um texto ou um poema de que gosto muito. Pergunto-me de que seria capaz se escrevesse.
Um abraço

legivel disse...

... se o exercício da escrita fosse feito de facilidades, as melhores obras que li não teriam existido.
Mas "fazer turismo com a própria interioridade" é bem capaz de ser uma óptima ideia. Para o próximo ano já sei onde vou passar as férias. Obrigado pela dica.

Abraço e sorrisos.

NAELA disse...

Lindo, mais um elogio a criatividade, a loucura das palavras que tornam mais reais!
Um beijo doce

Paula disse...

Mil poemas abaixo de zero...realmente dá que pensar!
Uhmmmm... às vezes também dou por mim a pensar exactamente assim!...

Abraço

mundo azul disse...

O poeta fala da mesma coisa, de uma maneira diferente, porque vê tudo de forma diferente...


Bonito, muito bonito o que você escreveu!

Beijos de luz...

Baby disse...

Na verdade, tu escreves e as tuas palavras ficam em nós.
Continua a beliscar os leitores, porque beliscar é preciso.
Um abraço.

Luiz Caio disse...

Um providencial refugio... ( A poesia!) Á margem do mundo real, e bem mais real que as realidades do mundo... Para a alma de quem tem poesia nas veias...

UM GRANDE ABRAÇO.

T disse...

Vim aqui parar de blog em blog e foi um afabulosa surpresa. Adorei!


Parabéns por este blog.

Tânia
http://cheiadetudocheiadenada.blogspot.com

Parapeito disse...

Digo antes,,,correm te as palavras nas veias...e no coração...
*****

Carla disse...

fiquei com a temperatura abaixo de zero...tal a intensidade das tuas palavras
...és mágico a criação de 1000poemas
beijos

Aninha disse...

RJ 20h40
Noite fria sem chuva.Uma delícia


A forma dá à sua incrível poesia, a criatividade que ela merece.Parabéns!
Sucesso sempre

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Meu amigo:
Por favor, vá prestigiar o meu novo post, mais leve e mais fácil de baixar. Se vc não for, me sentirei excluída. Quero a sua opinião, que é muito importante para mim.
Um beijo,

wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Sininho disse...

Céus!
Como você tem razão...

Que fraqueza, a nossa, humanos...

DoceBeijo*

O Profeta disse...

Explêndido...!


Abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Misturadoe de belas palavras. A força das tuas palavras levarei comigo pelo dia de hoje, Amei!

Fa menor disse...

Muito bem, Edu!
Tudo o que for para atenuar essa brecha com o mundo que teima em separar as pessoas por níveis... toda a poesia é bem vinda!

Beijinhos e
bom fim-de-semana

Madalena disse...

Por mim faz-me o favor de continuar a complicar a maneira de dizer as coisas. É que gosto muito de te ler. :)

BFS

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de bom fim de semana

Lyra disse...

Lamentavelmente não me tem sido possível visitar este blog com tanta assiduidade quanta ele merece e que eu gostaria.
Fica, no entanto, a promessa de um regresso em breve para uma leitura pormenorizada.

Até lá ficam os desejos de tudo de bom e um excelente fim de semana.
Beijinhos e até breve.

;O)

impulsos disse...

Bem... sem palavras!

Excelente mesmo!!!

Parabéns

Beijo

Pratas disse...

Gosto do poema e da moldura, muito bom mesmo.

JC disse...

Como em tão poucas palavras se deixa uma mensagem everas importante.
Abraço

"Sofi@" disse...

Escreves sim, e muito bem, mas cada um tema a sua maneira de escrever.
bj


"Sofi@"

Oliver Pickwick disse...

Velho Eduardo, aposto que todas as planilhas eletrônicas apaixonaram-se pelo seu poema.
Continuo freguês da sua poesia que transcende.
Um abraço!

bekeflowerlee disse...

Subir até chegar ao fim...ou será que o fim é o começo?

Bjs

f@ disse...

Olá,
Subir... subir... a escadinha de corda...

Passa por aqui e Sal pica-te:

http://flautistaon.blogspot.com/

beijinhos salpicados das nuvens

☆Fanny☆ disse...

Eduardo...

Estava a dever-te uma visita!! Desculpa a ausência, muitos afazeres...

Não sei se já te tinha dito...escreves de uma forma FABULOSA!!!

Diferente, apetecível de ler e sentir...

Este blog vai estar nos meus FAVORITOS!!!

Voltarei, certamente!!!

Um beijinho*

Fanny

Poemas e Cotidiano disse...

O poeta complica porque quer ele mesmo entender, (acho) atraves de seu intimo, coisas que sao "aparentemente" faceis.
Lindo esse escrito tambem.
Beijos
MARY

Donnola disse...

a etiqueta diz tudo: excelente

mariagomes disse...

...bem, eu vou-me quedar pelo silêncio e ver se consigo pôr em dia as minhas leituras pelo PardoXos!


maria

mariagomes disse...

"De facto, não escrevo mesmo. Levo as palavras extremamente a sério. Por isso brinco. Faço turismo com a minha própria interioridade!!"



Isto é demasiado para ficar num só comentário.
maria

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,