sábado, 14 de março de 2009

Porque um verso são versões que os outros dirão.

44 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO HEDUARDO, ESTOU DE ACORDO VOM A TUA VISÃO, DA QUESTÃO...
UM BRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Fa menor disse...

Pois... é capaz!

Bijos

Bom fim de semana

nydia bonetti disse...

Perfeito, Heduardo!
Que bela definição, que belo verso.
Abraços
Nydia

OnlyMe disse...

Quando a sua qualidade assim o permite...

Obrigada pela visita e volta sempre que queiras.
Bom fim de semana e bom descanso.

Jinhos :)

Lmatta disse...

Bem dito
beijos

Daniel Aladiah disse...

Tudo o que escrevemos é diferente do que os outros lêem, já não somos nós...
Abraço
Daniel

mariab disse...

são, sim. um verso deixa de ser nosso, logo que dito/escrito. e cada um lhe dá a sua versão. beijos

Justine disse...

É isso mesmo, amigomeu! Um poema só vive em tudo aquilo que os outros lêem nele e para além dele
Abracinho apertado

maria josé quintela disse...

perfeita definição!



um beijo heduardo.

Maria Rosa disse...

Pospositiva
Palavra escrita pelo verso
Reverbera
Por entre meândricos esquecimentos
Entrega-se o versejado;
-Lembrança
Cessando todo o ruído…
Cada sílaba de verso escutada dentro
Renova
Palavrosa realidade
Anterior


(: palavroso sábado ´:)

Nuno Pereira disse...

Um verso é uma reflexão!
agradeço o passares pelo meu Espaço!

Algodão doce disse...

como sempre..FANTASTICO!

Shakti disse...

Porque o jogo das palavras se torna assim...

bj

O homem e a mente disse...

Porque por cada verso escrito, rescrito, transcrito e lido, tem a versão da emoção de quem naquele verso se retrata, o que o inspira e o que sente.

Muito bom amigo muito bom,
Aquele abraço

Meg disse...

Heduardo,

Cá está uma bela e curiosa reflexão ou mesmo constatação.

Um abraço

GMV disse...

Porque um verso é uma linha sentida, que se completa nesse poema do teu Ser.

Bom Domingo, querido Eduardo

O nosso beijo

Paula disse...

Gostei!
Beijo,
Paula

Opuntia disse...

Cada um tem a sua própria versão para um verso, só não pode ser o inverso! rsrs

alice disse...

bem pensado :) beijinhos.

Arabica disse...

Já tudo foi dito.



E por ventura, vivido?


Beijos meus!

Viola De Lesseps disse...

tudo em tão poucas palavras.

beijo

Texto-Al disse...

concordo...

é como na natureza...td se transforma;)

T.

Poemas e Cotidiano disse...

Meu querido Hedu!
E dirao, "cada um de um modo" porque assim sao os diversos coracoes!
E serao ditos em tons de tristeza, ou alegria, de medo ou fantasia, cantando sempre o viver.
A vida eh um misterio inebriante...

Beijos meu querido.
MARY

Babes disse...

Hoje, é talvez a milésima vez que por aqui passo... E fico! Lendo e relendo a tua forma sublime de escrita, o teu jogo de palavras, quais peças de um puzzle a que eu chamaria realidade.

E emudeço... E emudecem-me as mãos...

Hoje... Consegui as palavras suficientes para te dizer que de tão belas me perco nas palavras tuas.

Parabéns!!!

Beijo meu

Graça Pires disse...

Dizemos quase todos o mesmo...
Um abraço.

Clara disse...

Sim, são versões que os outros sentem.
Beijinhos

Desnuda disse...

É verdade, meu querido!

Um beijo

Carla disse...

porque os versos depois de escritos fogem-nos por entre os dedos..
beijos

mariam disse...

Heduardo,
verdadinha!!! ...os olhos e o coração com que se lê...
deixo-te um verso, por ora, acho que ainda meu...
'Já é o tempo de se colherem as frésias ?'
deixo-te um ramo delas, o meu abraço e um sorriso :)
mariam

AnaMar (pseudónimo) disse...

Sim, é esse um dos fascínios da escrita: quem escreve sabe o que quer transmitir, quem lê pode interpretar tanta coisa...

Excelente resumo numa frase bombástica.
Parabéns.

Val Du disse...

É isso aí meu amigo! ;)
Poucas palavras, grande mensagem.

Um beijo.

Luis F disse...

Bem... um tema que merece sem dúvida uma grande reflexão

Gostei

Um abraço
Luis

variações disse...

Disse bem.

Quem sabe... sabe.

Pedro S. Martins disse...

redirão as vezes que o original exigir.

frAgMenTUS disse...

filosófico e verdadeiro...gostei!

qto ao blogarmos cotas, até era giro, oxalá o servidor blogger aguente com tanta poesia para não estoirar com os nossos blogs...rs

obrig e abraço

MESU MA JIKUKA disse...

Em retribuição às visitas que me fez, vim. Confesso, apressadamente, mas voltarei para melhor deleitar.
Um abraço

Afonso disse...

Concordo, quantas vezes não acontece... :)

Abraço.

Carol Vicente disse...

Tem uma música de um cantor brasileiro que diz assim:
"Deixa, deixa deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar!"

nossos versos são assim. Nós dizemos e outros desabafam se valendo deles!


Parabéns pelo blog!
Beijos

David Monsores disse...

Cara... Como pode rasgar o peito e dizeres tanto? Como pode? isto sim é sem dúvida um ato heróico e de muita coragem!
Senti a dor de tua enxada a cortar a terra, e a ferozcidade no drama lastimável de iludir o estômago para aplacar a fome.
Arrebentou na escrita! Palmas e palmas!
Abraço!

mAg!C disse...

Um verso são versões,
Podem transmitir tudo ou nada,
Desejos, sonhos, recordações...
É sem dúvida uma expressão amada!

Um bem haja...

«mAg!C»

Fenix disse...

Exactamente!

em.fusão disse...

"Porque um verso são versões que os outros dirão"_e daí vivermos em fusão!

o Nosso cAstelo disse...

é a subjectividade da reinterpretação...bj, Edu

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,