quarta-feira, 8 de abril de 2009

Opaco

Estação de Queluz-Belas, Linha de Sintra

Quando levo o sono para cama antes de fechar as cortinas descalço-lhe a raiz da insónia onde me deixo cair. E quando não caio nem no sono nem em mim sacudo o hemisfério esquerdo do meu peito para entender o som pontiagudo do grito que entalei entre os lábios. Quando não caio em mim mudo o perfume das glicínias que trepam à beira da queda. Ponho rosas a cheirar a papoilas. Rego orquídeas com água de açucenas. Desço à rua para emendar as letras maiúsculas do nome dos imbondeiros em chão de terra batida com bofetadas e outras carícias. Escrevo ilusões que não existem a cada esquina do poema onde a mão a caneta o papel a tinta e se não me engano a espada e a parede entre mim são hipérboles arrastadas ao abate.

O horóscopo virá responder por nós à tarefa de equilibrar o sonho com o braço enérgico de um acrobata embriagado. Digam-me de uma vez por todas. Por todas horas absurdamente em excesso de velocidade quando a ilusão é dolorosamente doce. Quantas pulsações são precisas para empurrar um corpo ao último pedaço de lenha por arder? Em que reclusório almofadado vos abandonei presos à liturgia do esquecimento? Quem virá sequestrar com a boca esta meia dúzia de beijos distorcidos nos lábios? Conseguirás sobreviver no mundo da lua e descer à terra sem escorregar na casca das palavras que atirámos para o chão? E os bocados de alma que descascámos? E os orgasmos esmagados entre as pernas? Quero lá saber!! Temos um emaranhado de respostas aos encontrões umas contra as outras. O desenlace. Sabê-lo-emos quando as palavras perderem o prazo de vaidade e na pele os primeiros vincos esmurrarem o último sorriso vivo.

De uma vez por todas. Não irei mais à caça de mim com armas de fogo-de-artifício prontas a disparatar poemas que fazem cócegas ou comichão no hemisfério esquerdo do peito. Vou com uma fisga. A palavra tece o seu próprio delito. O poeta está lá apenas para recolher as lágrimas. Ah! E desembaracem-me já estas longas tranças negras rascunhos de meia-tijela opacas linhas sujas resmungonas abruptamente rabugentas. Parem os batuques. Aliviem o som das sirenes. Enfiem uma vírgula neste sono que quer medir forças com o despertador. O nevoeiro passou. Estou apto à ressurreição. Deus perdoar-me-á assim como eu tenho perdoado os meus dias e a quem me tem alimentado com manjares de esperança e determinação na hora de viver para além da vaidosa mendicidade da poesia! Estou apto à vindima da minha infinita dança com edição limitada. Meti mais lenha no pensamento. Para não apagar. Soltei as canções que entalei entre os lábios. E cantei. Sorridente! Agora parem os batuques. Vá lá. Já dancei as estrelas. De uma vez por todas. Parem!! Parem com este silêncio! Não vou repetir o antes de ontem. Toquem longe daqui. Já não acredito em divórcios à primeira vista. Vistam a farda dos poetas e toquem bem alto até criar fissuras nos pulsos. Se o som tentar escapulir por entre os ecos e soluços. Pelo menos um acento na penúltima sílaba para lhe dar uma tonalidade grave. Pelo menos esta boca que canta insaciável em fome não sei bem de quê. Pelo menos só mais uma pulsação! Não há fada nem varinha para adiar o jeito indecifrável de ir.

85 comentários:

GMV disse...

O que te vou dizer é sentido! Adorei. Tanto. Tanto.

"Meti mais lenha no pensamento." [que bom!]

Este texto é uma verdadeira obra de arte ao sentimento. É lindo demais, toda a tua construção textual é de uma criatividade que só pode ser tua.

Admiro-TE, Eduardo, querido fazedor de palavras belas.

O meu/teu/nosso beijo, sempre.

Tchi disse...

O poeta ampara e colhe as lágrimas e fá-las sorrir em si.

Feliz Páscoa.

Lobinho disse...

A tua escrita é soberba, diferente, apeltaiva, fluente e poetica. Queres mais?

Muito bom, mesmo...

iilógico disse...

"Não há fada nem varinha para adiar o jeito indecifrável de ir."

Ufa! veloz... o pensamento e mais rápida a decisão do contorno final da letra.

abraços de braços longos para cobrir a distância.
Marcos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Nesta Páscoa que você seja convidado
Pelo nosso mestre...
A confraternização
Para que começamos a sentir
a presença dele em nosso irmão...
Para a busca da paz,
Da união.
Olhar para o lado dar um sorriso...
Um aperto de mão.
Que Jesus nos encaminhe
para um novo amanhecer...
Buscando no irmão o seu valor...
Que a Páscoa! Não seja só um dia,
Que seja todos os dias do ano...
De busca, pelo o amor...
O reconciliar...
A confraternização...
A harmonia...
Que o coelho não traga só ovinhos de chocolates...
Que ele traga em sua cesta...
O AMOR E A PAZ.

(Ducarmo de Assis)

Boa Páscoa para você e toda sua família

BEL disse...

Embriago-me nas tuas palavras, bebo-as sofregamente até os meus lábios se fecharem não por satisfação antes para não perder letra alguma, guardo-as no pensamento para me deleitar abrigando-as de alguma borracha que as possa apagar e assim também eu me deixo levar em sonhos criados aqui neste belo lugar
Boa páscoa
Bel

Val Du disse...

BRILHANTE!

Esse é o meu amigo Heduardo.
Queria dizer tanta coisa, mas você me calou com essa palavras.

Um grande beijo.

Val Du disse...

Opa! essas palavras.


Já que estou aqui digo: gostei dessa frase:


A palavra tece o seu próprio delito.


Grande sr. Paradoxos

Lyra disse...

Olá, venho desejar uma Boa Páscoa, replecta de amêndoas e boa disposição.

Beijinhos e até breve.

Lyra
;O)

Isabel Branco disse...

Eduardo

Prosa...que diria poética, tanta a poesia que a recheia. Lindo texto misto de sensibilidade e arte.

Uma doce Páscoa e um beijinho.

SAM disse...

Seus textos são sempre maravilhosos.


Feliz Páscoa. Beijos!

Shakti disse...

Não apareces sempre , mas eu adoro sempre aparecer...

bj

lua prateada disse...

Olá passei para deixar o desejo de uma Páscoa Feliz e, que o sangue que o Nosso Jesus derramou para nos salvar NUNCA seja em vão que saibamos todos reconhecê-lo como nosso SALVADOR !....
Beijinho com carinho.

SOL

maria josé quintela disse...

diz-me como fazes para pôr as rosas a cheirar a papoilas.


gostei muito muito de te ler.


um beijo.

mariam disse...

Heduardo,

pasmo em cada verso, sim, porque de versos se trata a tua escrita,versos coladinhos entre-si, que nos obrigam a correr e a voltar atrás..para te ler de novo. e custa ir embora...

sorrisos :)
mariam

Pena disse...

Genial Amigo Eduardo:
Fala com a vida. Com as coisas por tu. Com as sensações com sentimento. Com as emoções com emoção.
Nem sei que dizer...?
Talvez, que existam em si, notáveis pensamentos que nos ultrapassam, pela profundidade. Pela beleza. Pela ternura, de existir. Existe muita entrega, em si, à abordagem dum sem número de pressupostos existenciais preciosos, muito definidos na sua extraordinária mente. Alojados na sua cabeça com magistralidade e encanto.
Fabuloso. Incrível de talento.
Bem-Haja!
Retribuo: Sem si a Blogosfera perderia o seu maior autor de "histórias" lindas, fantásticas, de maravilhar e de sonho.

Abraço de amizade e comoção

pena

Sabe, há alturas que venho lê-lo à sucapa, sem o dizer a ninguém, a não ser a mim próprio e, pasmo, pelo seu sublime sentir inatingível.
Feliz Páscoa.
Bem-Haja, amigo que não consigo definir pela magia gigante e enorme como lida com intensidade com as palavras. Soberbo. Magestoso. Defino-a assim...!

Sandra Daniela disse...

Feliz Páscoa!!!
Toda manhã o Sol renasce pra te aquecer...
Faça como ele...

Toda manhã renasça para olhar o seu filho pequenino...
Todo dia renasça pra vê-lo crescer...
Todo dia renasça pra orientá-lo mesmo que ele já esteja
Crescidinho...

Todos os dias renascemos para a vida...
Para um novo amor...
Com um olhar “novo” para o desconhecido...

À noite a lua renasce passa por fases,
Cheia, minguante, nova crescente isso é Vida!!!


Por toda a nossa vida somos como a lua
Passamos por fases mas todos os dias
Renascemos para ser feliz...
Para brilhar como o Sol e se transformar como a Lua...

Isso é PÁSCOAL...

(Poema de Gorete Salvador)

beijinho

Justine disse...

Vais muito bem com a fisga. A fisga certeira do teu escrito, enfeitado de glicínias e jasmim. Quem sabe o chorão não se transforma em embondeiro. É que há fadas ainda atentas!
(e não é que, sempre que passo nessa estação, te vejo, recortado e nítido? E passo lá tantas vezes...Sina a minha!)
Abracinho:))

Desnuda disse...

Edu,


_***
__**_**
_**___**
_**___**_________****
_**___**_______**___****
_**__**_______*___**___**
__**__*______*__**__***__**
___**__*____*__**_____**__*
____**_**__**_**________**
____**___**__**
___*__________*
__*____________*
_*____0___0____*
_*___/__@___\___*
_*___\__/*\__/___*
___*____W_____*
_____**_____**
_______*****


FELIZZZZZZZZZ PÁSCOA!!! Beijo

elvira carvalho disse...

Vim desejar-lhe uma Páscoa Feliz, com muita Luz e muito Amor que irradiem por todos os dias da sua vida.
Um abraço

Danny Doo® disse...

FELIZ PÁSCOA AMIGO!!!!!!!!!!!!!!

Flor de Lótus disse...

Boa noite caro colega.
Agradeço sua presença no meu blogg.
o coloquei na minha lista de amigos.
Uma noite de bons sonhos.
Eliane.

Pedrasnuas disse...

Desejo-te uma Boa Páscoa!

Beijos

Pedrasnuas disse...

O estilo inconfundível de encadear imagens ...Interessante!!!

OUTONO disse...

Hedu

Ainda hoje, me interrogo da codificação do meu entender, face à tua escrita.

Sei apenas, que se lê...devora-se na ânsia de cada parágrafo...e repete-se...quase em delírio de degustação de leitura nossa.

Este, mais um exemplo da verdade poeta:

"Primeiro estranha-se, depois entranha-se"

Sublime, onde cada palavra joga com a nossa leitura...desafio difícil mas solto...forma crítica...mas livre e sedutora.

Se disser...que passo amiúde por aqui, em cada diário da minha sede cultural...não leves a mal, a minha rima.

Um forte abraço.

mariagomes disse...

que coisa! ( é só o que sei dizer, para mim, quando te leio)


Paz e muita poesia, para esta Páscoa!

maria

Maria Dias disse...

Passando para te desejar uma excelente Páscoa!

Abraços

Maria

~ Jessica disse...

Obrigada pelo comentário :)

"Quem virá sequestrar com a boca esta meia dúzia de beijos distorcidos nos lábios? Conseguirás sobreviver no mundo da lua e descer à terra sem escorregar na casca das palavras que atirámos para o chão? E os bocados de alma que descascámos?"

Eu não consigo expressar o quanto gostei. não mesmo!

Parabéns pela tua escrita :)

(vou seguir, pois fiquei rendida.)

Um beijinho*

Paula disse...

Boa tarde,
Gosto da maneira como "tratas" as palavras... Adorei!!
Um grande beijo e uma boa Páscoa
Paula

Lmatta disse...

gostei do teu texto
boa Páscoa
beijos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Páscoa feliz!

JotaSP disse...

_____________________não acredito em divórcios à primeira vista____________________



Gostei muito «««

Um abraço,

Poemas e Cotidiano disse...

Meu querido amigo Hedu!
Te gosto tanto, sabia? Algo que vem aqui de dentro do meu coracao, por esa pessoa linda que voce eh! Por esses seus magicos pensamentos, pelo seu magnifico escrever!
Ja vim aqui ler o seu post umas tres vezes. Descubro coisas tao lindas em cada vez que leio. E fico pensando comigo, como isso tudo pode brotar tao lindamente dessa sua cabeca...e me emociona penar que tudo isso eh escrito pelas suas maos!
Meu amigo querido, querido, tao querido! Vim aqui hoje para lhe desejar uma Feliz Pascoa! E que Jesus o abencoe e o proteja sempre!

E vou voltar, depois do meu "triler"... me aguarde... talvez voce me espera com aquele cafe?????

Um beijo carinhoso dessa que te adora!
MARY

Ana Paula disse...

Parabéns pela escrita tão sentida!

Votos de uma boa Páscoa :))

O homem e a mente disse...

"Quantas pulsações são precisas para empurrar um corpo ao último pedaço de lenha por arder?"

De mestre, faz-me lembrar quantas vezes sentimos a pulsação do coração espalhada por todo corpo, sentimos a pulsação de tal forma como se ele fosse sair pela garganta.

Andreia disse...

Fico sem palavras depois de ler a perfeição que são os teus textos.

Arabica disse...

Imagino os teus olhos.

Imagino a febre de viver que te consome. A 200 à hora numa escala de Km em pensamento.

Sedento de vida, com a vida, em tinta, sobre o papel.

Um abraço.

Poemas e Cotidiano disse...

Hedu, Hedu...
Nao sei como me sinto toda vez que venho aqui. Mas a profundidade eh tanta, que nao eh possivel comentar seu texto antes de le-lo muitas vezes. Senao sentiria que
meu comentario nao fez JUS a seu texto.
Ah! que bobagem eu acabei de dizer. Nunca fara jus...ninguem conseguira fazer jus a tao belas e profundas palavras.

Fico a imaginar voce escrevendo tudo isso...suas maos agitadas e certeiras. Quero beija-las pela inspiracao!
Sua alma linda, e tao encantada.

E quando não caio nem no sono nem em mim sacudo o hemisfério esquerdo do meu peito para entender o som pontiagudo do grito que entalei entre os lábios.

Que modo mais lindo meu amigo Hedu, de explicar aquelas noites em que os fantasmas aparecem gigantescos... e aquele grito fica entalado...entre oslabios. Que modo mais lindo de explicar algo que todos nos seres humanos vivenciamos...

Quem virá sequestrar com a boca esta meia dúzia de beijos distorcidos nos lábios?
Que frase mais linda e romantica! Beijos distorcidos, mas guardados, e com certeza seriam distribuidos com sentimento...e com amor.

E os bocados de alma que descascámos?

Ah meu amigo...esses bocados que descascamos...e vamos empilhando com o passar do tempo...

Sabê-lo-emos quando as palavras perderem o prazo de vaidade e na pele os primeiros vincos esmurrarem o último sorriso vivo.

Palavras perderem o prazo de "vaidade"....nao sei como essas coisas podem nascer dessa sua
cabecinha tao maravilhosa!Adoroooooo essas metaforas...adoro, adoro!! vincos a esmurrarem o ultimo sorriso vivo... que palavras VIVAS meu Hedu!!!!!! Que palavras VIVAS!!!!!!!

a palavra tece seu proprio delito
Que frase forte, que escava a terra do nosso pensamento!

Enfiem uma vírgula neste sono que quer medir forças com o despertador.
Que visao (e sensacao) mais plena de enfiar uma virgula no sono... Medir forcas com o despertador...
(imagina-se uma luta...sempre com vencedor!- o despertador? risos).


Meti mais lenha no pensamento. Para não apagar.

Que bom que voce sempre tem tanta lenha...(voce as empilha num cantinho da sua alma?). Porque para
escrever tanta coisa linda...haja lenha meu querido Hedu!

Paro aqui para dizer que quando leio seu texto, eu tenho vontade de comenta-lo frase por frase...
Mas deixo aqui duas frases finais que amei!

Já não acredito em divórcios à primeira vista.
Esta frase me deixou a pensar...e me deixou a sorrir.. quanta imaginacao nessa frase!

Se o som tentar escapulir por entre os ecos e soluços.
Sons escapulirem por entre os ecos e solucos...como pode os sons terem essa capacidade? Voce faz acontecer!

Meu amigo, meu querido...eu leria seus textos "over and over"...e eu jamais me cansaria, devido ao jeito
que voce brinca lindamente com as palavras. Com os pensamentos. Com os sentimentos. E coloca sempre, sempre, sentimentos tao comuns a nos, seres humanos, porem, de uma forma tao lindamente trabalhada!

Te amo meu amigo!
MARY

Poemas e Cotidiano disse...

PS: Ahhh esqueci de dizer, poderia mandar alguma lenha que sobre para os EUA? risos...
Beijos querido
MARY

Pena disse...

Precioso Amigo:
"...Enfiem uma vírgula neste sono que quer medir forças com o despertador. O nevoeiro passou. Estou apto à ressurreição. Deus perdoar-me-á assim como eu tenho perdoado os meus dias e a quem me tem alimentado com manjares de esperança e determinação na hora de viver para além da vaidosa mendicidade da poesia! Estou apto à vindima da minha infinita dança com edição limitada. Meti mais lenha no pensamento..."

Do mais sublime que pode haver...!
As palavras, oh, as palavras...

Abraço forte de respeito(Muito!) e admiração...Fascínio...


pena


Fabuloso, Amigo Enorme...

Val Du disse...

Oi, Heduardo.
Passe no meu blog e pegue seu presente, hehehehehe.

Beijos

Dry Neres disse...

Deus do céu, como pode alguém abrigar tantas letras e palavras e canções num corpo só?

Eduardo, esse texto me tocou como nenhum outro tivera tocado antes (e olha que devido a qualidade suma de seus textos, isso é quase impossível)...

Você sabe... Eu sou completamente apaixonada pelo seu mundo cheio de cor, poesia, lágrimas que sabem falar, sorrisos que sabem dançar!!

"A palavra tece o seu próprio delito. O poeta está lá apenas para recolher as lágrimas". (Me diz o que é isso? Me diz como consegue ser tão perfeito, tão... tão... TUDO...? Conta! Das suas mãos brotam flores e com essas flores, me banhas... Estou inundada... Afinal, isso é perfeito!!

Eu amo você, meus Paradoxos... :)

Tatiana disse...

Obrigada por sua visita!

As palavras dão vida ao sentido... e nos fazem refletir!

Vim apreciar e aproveitar para lhe desejar uma semana maravilhosa!

Beijos com meu carinho

Bianca Nogueira disse...

gostei mesmo.

Adriana Godoy disse...

"Não há fada nem varinha para adiar o jeito indecifrável de ir." nem para adiar a leitura de seus textos. muito,bom, emoção à flor da pele. Beijo.

Marta Vasil disse...

Selinho para ti no meu blog.

Beijinhos

MV

Eu sei que vou te amar disse...

Bravo! A tua escrita é corajosa ate nos sentires, desperta em mim uma vontade de tocar as palavras e senti-las tal a pele que pulsa em cada sentir!
Um beijinho doce

mariab disse...

um texto que renova o prazer da leitura. muito bom, mesmo.
beijos

Morgana La Folle disse...

É espantoso a quantidade de coisas que tens no hemisfério esquerdo do teu peito.
Quantas noites viverás tu num dia...?

Sabes, sou um pouco como tu, mas completamente desacelerada. Muito quieta e tu muito agitado.
Nunca tinha notado tanto isso como durante a leitura deste texto. Gosto muito.

Beijo grande*

bekeflowerlee disse...

Super texto.

bjus

Val Du disse...

Heduardo, você é demais!;)

Beijos

varal experimental disse...

Como você escreve bem.

Bjos

Vieira Calado disse...

Com o seu quê de surrealista.

Gostei.


Um abraço

JC disse...

É sempre difícil para mim comentar um texto teu. Tal a forma sublime como escreves. Frases curtas, palavras escolhidas e rebuscadas para cada momento.
O que te posso dizer é que cada vez que venho a este teu espaço aprendo sempre.
Um abraço

disse...

Antes de mais, obrigada pelo comentário. É sempre bom receber, mas quando se percebe que vêm de blogues tão bons... Gostei muito de ler, do jogo de palavras. Vou continuar a passar por cá. Há muito sentimento por aqui!

Davi(d) disse...

fiquei mesmo fascinado com este seu texto! escreve(s) mesmo bem, wow.

vou ficar atento a este blog e obrigado pelo comentário :)

um abraço*

GMV disse...

Querido Eduardo,

Um beijo para o teu fim de semana.

[nosso]

Nilson Barcelli disse...

Excelente prosa poética (à falta de melhor classificação).
Do melhor que já li na blogosfera.
Bom fim-de-semana,
Abraço.

Carmem disse...

Parabéns meu amigo...
Teus textos sempre complexos!..

Beijo...
Bom final de semana!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO, BELÍSSIMO O TEU TEXTO... SIMPLESMENTE DIVINO...ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

ลndreia disse...

Gostei!!! *

Patrícia disse...

"Conseguirás sobreviver no mundo da lua e descer à terra sem escorregar na casca das palavras que atirámos para o chão?"

fantástico!

a sua escrita é incrível, dá gosto de ler!
é sempre um prazer vir aqui.

Joana Éme. disse...

Ler-te, especialmente o primeiro paragrafo, deixou-me num estado sobre-natural, sobre-humano.
Está soberbo, em toda a sua essência.

Paulo - Intemporal disse...

no opaco o sonho é alheio.

aqui o sonho é presente, fruto dos teus dedos tarsos onde tão bem sabes dizer...

_________________________________

íssimo abraço meu Eduardo
_________________________________

Clotilde S. disse...

Não deixes nunca de dançar com as estrelas.

Um abraço,

Clo

Baby disse...

Pois eu gosto de tudo, tudo, pois aqui "a ilusão é dolorosamente doce" provoca uma revolução no armário das sensações, é como uma chapada no peito, é como uma carícia na alma.

Tyta disse...

O que mais gostei foi o facto de conseguir ler as tuas linhas, e uma vez chegando ao fim, recolher sempre algo de novo. Tens o dom.

"Quantas pulsações são precisas para empurrar um corpo ao último pedaço de lenha por arder?" Ficou-me na mente esta frase... Mas no que a ti diz respeito, espero que tenhas muitos pedaços de lenha para queimar...

rui disse...

excelente texto.....uma escrita
fantastica...embalamos e vamos até ao fim ......e somos capazes de voltar a tras e ler novamente......
li algumas frases que ate achei interressantes.. conclusao

aprendi ao ter estado aqui...

podemos ter blogs de varias qualidades.....o seu a nivel de textos merece uma medalha de ouro

um abraco
Rui

Carla disse...

adoro a forma como invertes as realidades, adoro a forma como escreves os sentimentos, adoro a forma como enches as palavras com risos
beijos

Tyta disse...

Agradeço desde já as tuas palavras, o teu comentário à minha despedida...
Na verdade não escrevo tanto quanto gostava...

E de facto aquela cidade marca quem lá passa, não deixa ninguém indiferente e é um saco de recordações para todos quantos pisam aqueles chãos.
É notório então que as nossas vidas já passaram pelo mesmo sitío e como tal, consegues absorver na perfeição o que depositei naquelas palavras... E não só por isso, mas também, deixo assim aqui o meu sorriso... :)

Paola disse...

Fico-me pela calada do silêncio [como quase sempre faço]... a ouvir as tuas palavras... rendo-me à sua beleza... ao ritmo... à cor... Dizer-te que adorei... não chega. Porque foi mais...

Beijo

Rui disse...

Ou afastar o cortinado de neblina feito e abrir os olhos. Com vontade de ver.

JADY*ALVES disse...

Eduardo não tem uma caneta às mãos,
Tens uma varinha de condão e sabes como ninguém traduzir-se.
Viajo nas tuas frases, como se observasse pinturas, pinceladas com as cores mais sóbrias e delicadamente esculpidas por tuas mãos.

Meus olhos o definem como um Mago e Senhor das Letras.

E com certeza és.

E isso tudo que acabei de ler é uma linda e perfeita obra de arte!

Parabéns por tua mente brilhante e maravilhosa.

Abraços e carinhos da Jady

Horrible disse...

perfeito <3
Obrigada :D

O mar me encanta completamente... disse...

Sorvi num só gole...
Nas torrentes de sua reflexão,
um enredo belo, reflexivo, poético, talvez profético,
humano e filosófico...

Linda noite!!

Sigo-o desde agora.

Beijinho

Glória

Caçadora de Emoções disse...

Querido Ilusionista de Palavras,
É sempre muito bom passar por aqui.
Vim deixar-te um cravo vermelho, acompanhado de um beijo e um sorriso :)

Compulsão Diária disse...

Apalavra tece seu prórpio delito. Ela fisga! E este espaço é primoroso

bossa_velha disse...

DEMAIS! não tem sequer como marcar um só trecho, tudo parece tão ligado...

Dois Rios disse...

"Por todas horas absurdamente em excesso de velocidade quando a ilusão é dolorosamente doce."

Palavras certeiras e rascantes. Li teu texto três vezes e cada vez o lia de uma forma diferente. São os meus pensamentos que vão buscando as suas razões dentro das tuas escritas. Mudam sempre. Voam sempre.

Bom demais, menino!

Beijo,
Inês

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

O mar me ultrapassa.
Mas ondas haverão de contar
Aos ouvidos que lá pousarem
Que um dia sonhei no mar.

O céu não vai se importar
Quando eu monge de meu hábito partir.
Mas estrelas enquanto restarem
Hão de lembrar
Que um dia me puseram feliz.

A terra , é fato, há de me subtrair.
Mas a árvore que me deitou raiz
E as cores
Que em meu tempo colhi
Estas eu levo comigo
Ninguém há de tirá-las de mim.

Fernando Campanella

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços Eduardo Poisl

Clara disse...

Ponho rosas a cheirar a papoilas. Rego orquídeas com água de açucenas.


E colocas as palavras cheias de sabor!


Beijinhos

f@ disse...

Tb andei com a espuma cor de rosa a costurar com o sopro desenhos na folha…
Mas esqueci o poema
Os olhos não deixaram sair as palavras…
Nem a lágrima sal p!car a tinta…


…os relógios tem mta falta de sensibilidade… deixo o meu encostado ás flores mas tantas vezes nem o perfume lhes sente…


A felicidade é que brinca comigo e ás vezes só brinco porque não sei dizer não ás crianças…

…o infinito é como os gatos…. Gosta de andar nos telhados e miar á lua…
ADOREI ESTES TEXTO... COMO TODOS OS QUE ESCREVES....
SUBLIME...
O BORDADO... B E L O SÓ PODES TER USADO FIOS DE LUAR…

IMENSO BEIJINHO

Delirius disse...

"Heduardo, sou "invejosa" deste teu saber dizer!

Acho sempre que o que acabei de devorar é sempre mais fantástico do que o que saboreei ontem

Parabéns
Beijo

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

MMudança disse...

Tu es demais, dexeste ate a linha do comboio com a minha makina, kkkkkkk =P