segunda-feira, 1 de março de 2010

14 comentários:

Otário disse...

eu acredito no amor à primeira vista, mas não na paixão.
o amor é repentino,
a paixão, construtiva.
a palavra divórcio não me prende, não gosto, prefiro mais 'separação'.
É impossível um verdadeiro divórcio entre dois elementos da raça humana, senão mesmo que ficam presos pela consciência do facto de terem estado unidos no Passado, no Presente.

~pi disse...

só à terceira,






~

Fê-blue bird disse...

Eu também não ! Geralmente estes divórcios são frutos de amor à primeira vista, quando esta está desfocada.
Muito bem visto:-)
Um abraço.

Carlos Barbosa disse...

ótário, eu acho que é mais ao contrário. A paixão pode ser ou não à primeira vista, o amor constrói-se.

A principal causa de divórcio é o casamento :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Poético... :)

Imperator disse...

eu acredito em divórcios, mesmo que sejam à 1ª vista.

é claro que divorciar é quebrar um elo que nasceu muito antes do acto de casar, que no fim levam a quebrar esse laço.

Jo Costa disse...

Olá, essa é a primeira vez que comento aqui em seu blog. Vi através da conta de Rei Sousa. Sobre a imagem...

Concordo que não existe divórcio à primeira vista. Também não acredito em amor à primeira vista. O divórcio acontece quando todo o encanto se esgota.

Carla Taiane disse...

Divórcio é palavra muito dura... e sua intensidade mais dura ainda ...

bjos ...

;]

Margarida Fernandes disse...

Nem eu, só em atracção á primeira vista.

Shakti disse...

Eu acredito...

bj

Nanda Assis disse...

interessante.

bjosss...

Justine disse...

Lá está o teu humor cáustico em (des)construção!!!!
Abracinhos

Juliana Carla disse...

Sabe aquele confiar desconfiando? Pois é! Este é o caso.

Bjuxxx e xerooo amigo

Apenas eu disse...

nem eu...