segunda-feira, 24 de maio de 2010

43 comentários:

Dry Neres disse...

A poesia ganha vida em você, fato!

Quanta saudade...

Me escreve!

Um beijo, Paradoxos meus!

Erica Ferro disse...

"É inútil engolir versos como se fossem beijos."

Gostei disso.

b ú z i o disse...

...porque viver é efemeridade mas há beijos que podem ser eternidade...

*

essa cana de bambú assim escrita, que linda, mano.

(obrgda pela tua força que sei sincera. confiemos no sangue lutador de uma mão africana...)

bj grnd luz e paz

Sonhadora disse...

Meu amigo
Realmente a vida é entretanto.

Beijinhos
Sonhadora

Carla Taiane disse...

Até em um caos vc encontra o verso certo ...

=)

bjos

Nanda Assis disse...

adoro ler vc, inteligente demais, o tipo de cara que eu queria bem perto.

bjosss...

Fê-blue bird disse...

Por mim,o amigo será sempre poema!

Perfeito como sempre
Um abraço

ParadoXos disse...

Durante o caminho

se não conseguires usar a voz para gritar

pelo menos

usa a vida para ser feliz!!

lita duarte disse...

Meu amigo! :)

sobreviventes somos...
engolimos versos,
esperamos beijos.

Um beijo p/ você.
Adorei sua visita.
Até mais.

Nadine Granad disse...

Ah! Adoro sua concepção de objeto-poético...

"Durante o caminho
se não conseguires usar a voz para gritar
pelo menos
usa a vida para ser feliz!!"

Que assim façamos!...


Abraços carinhosos =)

Justine disse...

Um poema-performance cheio de bons/maus caminhos e de luminosidade. Como a vida:))
Abracinhos

Lmatta disse...

lindo
beijos

☆Fanny☆ disse...

Querido Hedu...

Adorei mais este post, estas imagens legendadas que me tocaram...
A vida é mesmo assim...o durante que nos sorri ou chora...temos de aprender a sobreviver e sobretudo VIVER... para que não seja somente um sonho, mas uma verdade e uma concretização...
Sobreviver é muito pouco... não achas, amigo?

Beijinho*

maria manuel disse...

e a cana foi poema a dizer da perenidade da vida. como a natureza, como a cana ela-mesma, a a vida tem a eternidade que vai do nascimento à morte; entretanto sobrevive-se e, se possível, vive-se também que há poesia e há beijos :)

*lua* disse...

Que coisa mais linda ... mais lindo seria se não fosse tão dolorido, tão poético, num bambú, nem papel, nem alegria, nem esperança, apenas palavras cruas, nuas, num bambú ... espetacular!

Margarida Fernandes disse...

A vida é efectivamente um durante.

Sobrevivemos numa lei da selva.

Um abraço

anita sereno disse...

oi linda forma de escrever poesia nossa amei belas fotos e as palavras dizem tudo beijos
boa semana

Pena disse...

Transcendente e Divinal Amigo:
Como convive com as palavras de forma perfeita e sublime.
Magistral.
Quanto talento vai em si e no que "confecciona" com pureza e um extraordinário sentir.
Bem-Haja, pela luz que irradia em todos nós.
Abraço forte de uma amizade sincera.
Sempre a admirá-lo e ao que escreve.

pena

É ENORME e GIGANTE em expressar o que vai em si.
MUITO OBRIGADO pela visita que adorei.
Bem-Haja, fabuloso amigo de bem!

Apenas eu disse...

extraordinário e original como sempre.

;)

Gerana Damulakis disse...

Ótimos achados, como sempre.

Vera disse...

Gostei.

Talles azigon disse...

Caralho!!!!!

desculpe a expressão meu caro amigo

mais genial

genial mesmo

sempre tive a vontade de fotografar um poema mais você foi além, lindo incrível um alumbramento

Afonso Costa disse...

"É inútil engolir versos como se fossem beijos"
Lindo

Joshuatree disse...

Concordo com a Dry, você e a poesia possuem a mesma estirpe e natureza.

Fátima disse...

Tua página passa a visão do poeta que vê poesia em tudo e prova que em tudo é possivel.Parabéns!

Fiquei muito contente com tua visita em meus simples, mas de alma, textos.

Beijos

DairHilail disse...

voltei...
gostei de estar aqui...

Rasgos de Insanidade disse...

No entretanto que se molhe o dedo no sangue e se escreva sem pena, na derme, até fazer crosta.

Léo Santos disse...

Tchê! Fiquei impressionado! Nunca tinha visto um poema apresentado dessa forma! Viva a criatividade! O mundo precisa de inteligências como a tua...

Um abraço!

Virgínia do Carmo disse...

Um tónico visual e sensitivo para o espírito...

- Grata -

Abraço

Lilah disse...

Deixa-me ser estrela
e numa noite escura
iluminar caminhos.
Deixa-me ser flor
e numa tarde ensolarada
perfumar a caminhada.
Deixa-me ser passarinho
e numa manhã fria
cantarolar rimas de poesia.
Deixa-me ser nuvem
para simplesmente fazer parte do céu.

Estou encantada com teu espaço. Adorei!!!!

. intemporal . disse...

.

. que sejas sempre .

. este .

. entre.tantos poemas .

.

. abraço.te . h.eduardo .

.

OutrosEncantos disse...

...
num durante...
uma vida...

a vida!
os sonhos!
as memorias!

sobrevivem!...
Abraço!

Everson Russo disse...

Belssimas frases,,,belissima poesia...abraços de bom dia pra ti amigo.

Elcio disse...

Mt bom...adorei esse modo de tratar palavras...pq n pensei nisso antes? kkkkkkkk

Voltarei.

[ ]´s

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti amigo,,,abraços.

Canto da Boca disse...

A sequencia de imagens, são poemas que explodem em nós!

;)

Canto da Boca disse...

A sequencia de imagens, são poemas que explodem em nós!

;)

Paula disse...

Gostei da mensagem escrita de forma original...adorei as fotos!

Alma de poeta...

Abraço

DAN disse...

excelente mensagem! :)

a peosia é a dança das palavras.

Gisela Rosa disse...

lindo, adorei ParadXos. Vou voltar muitas vezes e pedir permissão pra retirar uma ou outra imagem....pode ser? Um abraço

ηatalie αfonseca disse...

Simplesmente, adorei!
Bem-hajas!

S* disse...

Fantástico!!

Anónimo disse...

Obrigado por Blog intiresny