quarta-feira, 22 de setembro de 2010

18 comentários:

Otário disse...

Tempo — definição da angústia.
Pudesse ao menos eu agrilhoar-te
Ao coração pulsátil dum poema!
Era o devir eterno em harmonia.
Mas foges das vogais, como a frescura
Da tinta com que escrevo.
Fica apenas a tua negra sombra:
— O passado,
Amargura maior, fotografada.

Tempo...
E não haver nada,
Ninguém,
Uma alma penada
Que estrangule a ampulheta duma vez!

Que realize o crime e a perfeição
De cortar aquele fio movediço
De areia
Que nenhum tecelão
É capaz de tecer na sua teia!

Miguel Torga, in 'Cântico do Homem'

ღPat.ღ disse...

...como sonhos!

Meu beijo com toda admiração!

Gislãne disse...

Prefiro os caminhos por ondem passamos.

:)

Maria disse...

Outros, somos nós que passamos por eles. E nem nos damos conta...

Nanda Assis disse...

sua letra é lindaa!!

bjosss...

. intemporal . disse...

.

. no desígnio certo .

.

. abraço.te .

.

Aмbзr Ѽ disse...

e achavamos que nos que passavamos por eles...

http://terza-rima.blogspot.com/

Virgínia do Carmo disse...

Há caminhos que nos perseguem, como se tivessem asas e nos vissem do alto...

Um abraço!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Amigo; São caminhos tristes do outono só me alegra uma coisa é que no Outono eu e meus filhos fazemos anos, e vamos ficando mais velhos.
Abraço
Santa Cruz

Gislãne disse...

Olá eu sou a Gislãne do blog Mudanca.com, criei um blog dedicado a Jose Saramago

dê uma olhada

bjins

Margarida Fernandes disse...

Caminhos...
Uns mais fáceis, outros mais difíceis de percorrer mas eles vão passando por nós...ou nós é que passamos por eles?!?!?!? :-)

Bom fim-de-semana

Gerana Damulakis disse...

Espetacular!

Insana disse...

Bela imagem desta estaçao tao apagada ..

bjs
Insana

Carmo disse...

Excelente imagem.
Há caminhos que nos abraçam e outros que nos sufocam...
Um abraço e boa semana

Justine disse...

Difíceis, espinhosos, mas são os nossos caminhos!

Apenas eu disse...

são caminhos...
ainda há quem os consiga ver...

:)

OUTONO disse...

UM ROTEIRO DE PALAVRAS SUBLIME!

Um abraço!

ana margarida cristo disse...

e qd se entrecruzam e são bons, é óptimo