quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Omnipoético
Agarrou o poema com os lábios e pronunciou beijos que nem sequer eram palavras. Endireitou a voz por dentro. Foi buscar fôlego ao fundo dos pulmões para pedir à chuva que tombasse aguamente sobre o chão que lhe fugia das mãos.

Ao regressar. Subiu como os pássaros ao telhado das árvores. Lançou asas pela distância íngreme que vai do sentimento à escrita. Depois. Ajustou o sono ao fuso horário do infinito. Com a ponta dum fósforo construiu diques imaginários contra a insónia e pendurou-a por fios de lume para não se apagar.

Dezembro-me como se fosse hoje. Flocos de lenha derretiam-se na lareira tentando calar o frio. Lá fora os ramos sacudiam o vento perante a dança inquieta das folhas. Assobios pingavam em forma de música como se cada gota pudesse remunerar o coração com sopros mágicos de lume. Em troca de nada.

Leitor. Pergunta-lhe agora mesmo em que parte do corpo a ausência das palavras tem a força de uma multidão? A que distância os gomos de neve se deixam morder pelo sol quando nos faltam garfos para levar o sono à boca? E já agora leitor diz-lhe que o poema não se agarra com os lábios. Que os nossos passos embora dançados de cansaço hão-de sacudir sorrisos em véspera de poesia. Em toda a parte.

59 comentários:

Maria Dias disse...

Oi Edu...

Um tempo para amadurecer os pensamentos fazem muito bem!
Que este ano seja um ano de muitas palavras e de textos lindos e poéticoa aqui em seu Paradoxos como esse q acabo de ler!
"Dezembro-me como se fosse hoje" mas q frase linda é esta?rs... Vou repassa-la adiante viu?rs...

Bem amigo...Uma boa filha a casa torna. Estou de volta com meu Avesso pois depois de um tempo em silêncio borbulho de palavras e volto para trocar com vocês(pessoas interessantíssimas q tive o prazer de conhecer na net).

Feliz Natal!

Beijos

Maria Dias

Luís Coelho disse...

Lindo este texto onde a antítese das palavras forma correntes delicadas de palavras que conjugam o Natal.

Um abraço e votos de um Natal pleno de amor.

Alis disse...

O sabor autentico do sono que se leva á boca com uma colher de chá já perfumada de jasmim…
Não precisa de açúcar tem o liquido do poema e a flor… a única flor da árvore onde que tinha um ninho feito de folhas e pétalas secas ao calor do corpo da aves e da seiva do galho que era abraço e alicerce da nova vida…
Texto deslumbrante...

F
e
l
i
z

N
a
t
a
l

beijinhos

Lis disse...

Obrigada pela visita ao blog
É um prazer segui-lo.
Faz-me muito bem a leitura poética e vejo aqui beleza , sentimentos , mágicas com a palavra e sobretudo silêncios que falam. rs
Voltarei sempre.
agora só o abraço com votos de Feliz Natal

OutrosEncantos disse...

Eu, leitora, respondo-te à primeira pergunta, com outra pergunta:
- qual é a parte do corpo onde se aloja a alma?! É aí, onde a ausência das palavras rasga com a força de uma multidão... e solta o veneno do sofrer, com o fôlego arrancado ao fundo dos pulmões!

Fascinante, o teu poema.
Tem Natal de muita paz, Edu!
Beijo e abraço.

Lara Amaral disse...

A parte do corpo que cala a poesia, é esta que sente mais forte a ausência, é esta que grita o silêncio.

Sempre impecável, Eduardo!

Beijo.

Dry Neres disse...

Diz-me meus Paradoxos, se há a possibilidade de devorar suas poesias sem se apaixonar?

Sinto falta, quando você não invade meus fascínios, porque nos pensamentos, sempre está!

Não demora...

Feliz Natal e Ano Novo, nobre amigo!

Amo-te. Beijos.

Justine disse...

O teu poema de inverno irradia calor e ternura.
Boas Festas, miúdo, e que o sucesso te bata à porta:)))

Tita disse...

Como consegue desfiar de forma tão simplesmente maravilhosa as palavras com que descreve os sentimentos? Sinto-me envaidecida por me sentir sua amiga. Um Bom Natal e um Ano Novo calorasamente aquecido pela chama da inspiração e pelo amor... o da poesia e o dela. Um grande beijinho para os dois

Pena disse...

Sublime Amigo:
"...Depois. Ajustou o sono ao fuso horário do infinito. Com a ponta dum fósforo construiu diques imaginários contra a insónia e pendurou-a por fios de lume para não se apagar..."

Fantástico. Prodigioso. De imenso talento.
MUITO OBRIGADO pela sua amizade sincera.
É perfeito o que escreve de maravilhar.
Abraço amigo de respeito.
Desejo-lhe um excelente Natal em família.
Sempre a admirá-lo

pena

Genial.
Bem-Haja, notável e precioso amigo de bem.
Adorei.
Fabuloso.
MUITO OBRIGADO pela sua visita. Adorei.

Flower Of Blood disse...

Feliz Natal e Bom Ano Novo, E Muitas felicidades :D




Abraço Sr Eduardo

Pérola disse...

Bonito seu texto,poeticamente falando, envolve as palavras de uma forma encantadora.
Silêncio aguçado que prioriza o verdadeiro significado.
Parabéns.
Encantada com sua visita.
Um feliz Natal com muita paz,muito amor e muita saúde.
Que Deus na sua infinita beleza realize todos os nossos sonhos.
Beijos perolados.
Boas festas para ti a para os seus.

Tatiana disse...

Fui lendo as suas palavras e a emoção tomou conta de mim... Quem dera se todos pudessem ler essa riqueza!

Aproveito para desejar-te um natal abençoado e um novo ano rico em muitas dádivas!

Beijos

Anabela disse...

Um natal cheio de paz para ti. E por que não esbanjar todos os dias... afinal só não são dias de natal os dias que não fazemos natal.

Beijo Beijo no teu sapatinho :)

Fa menor disse...

Venho trazer-te os meus votos de uma Feliz Quadra Natalícia:
Um feliz e santo Natal e um Novo Ano de harmonia!

Beijinhos

lita duarte disse...

Oi, Heduardo.

Feliz Natal.

2011 super especial para você.


Beijos.:)

Pérola disse...

.... __...--~~~-.PAZ _E AMOR.-~~~--...
....// __.FELIZ._ !_.-~~--.. __ \\
..// __...--~~~- ._ !_.-~~~- ..__ \\
// ___.....---~~._\ ! /_ NATAL !.\\
===========\\!//========--

OutrosEncantos disse...

presentinhos..., gosto daqueles de todos os dias, aqueles que não se vêm mas se sentem, como por exemplo, a tua amizade, Hedu!
Obrigada.
Feliz Natal.

Anónimo disse...

Gosto da tua escrita!
www.palavrsoltas.blogspot.com

Mel disse...

Aqui renovo os votos deixados no meu blog... e que a cada ano os lábios agarrem sempre mais e melhor o poema pelos lábios, regressando ao íntimo - lugar mais fundo da alma e do espírito.

*****

prafrente disse...

"...em que parte do corpo a ausência das palavras tem a força de uma multidão?"...
simbólicamente no lado esquerdo do peito onde mora o CORAÇÃO...a palavra escutada é regaço que acolhe, é porto de abrigo em dia de tempestade, é suave brisa numa tarde de estio, é projeto de renovação que nos suscita o sentimento e nos conduz à escrita.
A ausência das palavras tem o peso da solidão...

Bom Natal

Poemas e Cotidiano disse...

Querido Edu,
Este ano nao foi muito bom para mim no sentido de acompanhar blogues, ou mesmo comentar. Acho que estou ficando velha, meu amigo...nao consigo mais dar conta de tudo! Acredite, essa eh a razao!
Mas saiba que voce eh para mim uma pessoa INCOMPARAVEL! Quando leio seus textos, como este, me emociono "as bordas", e fico pensando como voce pode escreve tao lindo? Como pode sentir tao lindo? Eu sei. Porque voce eh uma linda pessoa. Especialmente maravilhosa. Tudo que voce escreve, bate com meus sentimentos. E cada coisa que eu fico pensando, como voce pode externar de tao especial.
Ja tirei uma frase desse teu texto. Breve a colocarei no meu blog, como sempre

Feliz Natal meu amigo.
Te amo!
Mary

ღPat.ღ disse...

Tuas palavras inspiram-me amigo querido!

Obrigada por teu carinho em meu blog e sou muito feliz por fazer parte deste teu espaço que muito de ti, teu blog!

Que este Natal seja rico em esperança, Amor, saúde, paz e prosperidade... muita poesia, inspiração e dança ;)!

Um beijo em teu coração,

Pat.

Margarida Fernandes disse...

Passei para deixar um beijinho e desejar um FELIZ NATAL!!!!

Klatuu o embuçado disse...

Feliz Natal e Boas Festas!
Abraço!

otário disse...

boas festas e até mais ver,
caro amigo...

Naty disse...

UM BOM ANO NOVO PARA TI.

ABRAÇOS.

Maria Letra disse...

"Em que parte do corpo a ausência das palavras tem a força de uma multidão"?
Na mente!, amigo. Na mente!
No silêncio, a minha mente reproduz opiniões, conselhos, avisos, palavras de amor e de amigo.
VOTOS DUM FELIZ 2011!

Pérola disse...

Vim deixar um abraço carinhoso.
Beijos millll.

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

Muito obrigado pelo carinho. retribuo os votos. Adorei descobrir mais alguém que se bate pela valorização da poesia.

Daniel Savio disse...

Eu liricio forte, mas achei interessante a parte dos fosforo construir um dique contra a insonia, pois este item é um luz, ai deveria ficar mais facil fica insone (mesmo que não aceso).

Fique com Deus, menino Edu.
Um abraço.

Pedrasnuas disse...

EM POESIA E COM A POESIA TUDO É POSSÍVEL!!!
BASTA TER TALENTO,HABILIDADE,CRIATIVIDADE E IMAGINÇÃO...

UM ABRAÇO PARA INICIAR BEM 2011:)

Pérola disse...

Obrigaduuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu,
Beijos.

Filoxera disse...

Adorei este Omnipoético.
Que imaginação harmoniosa...
Um beijo.

Parapeito disse...

Continua a cheirar a poesia..cheiro bom.
Agradeço a passagem pelo meu cantinho e deixo tb o desejo que o teu Natal tenha sido cheio de mimos doces daqueles que engordam alma...
brisas doces para ti*

dannó disse...

Muito obrigada,
feliz 2011 com tudo de bom (:

Elaine Barnes disse...

Para mim uma honra estar aqui e ainda mais recebendo sua visita. Seu texto é iluminado,inspirado e muito bem escrito. Coisa de quem é mestre mesmo. Parabéns e um Ano Novo brilhante de paz, saúde, prosperidade,alegria e muito amor pra pintar tudo isso rs... Montão de bjs e abraços corujas

© Piedade Araújo Sol disse...

escrita rica e cheia de nuances.

Gosto!

Bom Ano de 2011 e um

beij

Livinha disse...

MENSAGEM COLETIVA

OLá Heduardo!!!
Obrigada pelo carinho na visita ao meu espaço. Mto bom te encontrar por lá. Maravilhosa a beleza de teus versos...

O tempo...
Foi nessa estrada que me dei ao tempo,
o tempo de me achegar...
Uma paradinha para um copo d'água,
uma lida no horizonte, letras a mostrar...
Tempo que me fez pensar...
Alma essa caminhante em cada instante
entre amigos abraçar...
Aqui me embeveci muitas vezes, chorei e
sorrir, palpitando o coração, encontrando
conivências, conforto na emoção...
Algumas vezes me dei em falta, mas
nada de forma pensada,
foram dores nos tropeços, por
vezes na caminhada...
Vezes outras entre choros, aqui
me dei ao sorriso, as letras me deram
aceno como um sonho no paraíso...
Houve dias em que perdida me senti
e passando por aqui,
encontrava palavras de incentivo,
luz de alegrias, flores e jardins...
Também ouvir muitos chorinhos,
e aprendi a confortar,
almas como eu em desalinhos,
buscando ombros par chorar...

No tempo, fui percebendo,
que não somos de todos diferentes,
mas estrelas reluzentes, descrentes
da própria luz, por sermos assim
tão carentes...
Ansiamos tanto, que esquecemos de
nos dá...

É... Valeu a pena toda essa descida
e subida em cada cantinho que adentrei.
Amor de irmãos conquistando, respeitando
cada um, no seu jeitinho se serem
e eu... aprendendo a amar... oportunidade
que agarrei...

Meu amigo e minha amiga,
Obrigada pelo 2010 que não me teria
sido tão bom, sem a sua presença,
sem o seu carinho...
Que possamos estar juntos novamente
em 2011, entrelaçando nossos braços
alongando e fortalecendo essa corrente
no conforto de nossos corações...

Feliz 2011 pra você, para os teus
para nós!

Beijos

Livinha

Daniela Tavares disse...

Uau, grandes palavras, grandes metáforas, grandes ligações. Ler isto apenas me relembrou que existe tanto artista no mundo sem o seu reconhecimento: escreves muito bem. :)
Vou seguir. ;)
É Heduardo? ;)

Vanessa disse...

Nossa, que bacana! Gostei bastante daqui, voltarei mais vezes!
Obrigada pela visita em meu Blog!

Feliz Natal atrasado e Bom Ano Novo!
Beijos!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Amigo Eduardo: lindo poema espero que o tempo va amadurecer ainda mais para melhor escrever. Desejo um feliz ano novo e que o mesmo trga tudo de bom.
Um abraço
Santa Cruz

Anne Lieri disse...

Edu,um prazer imenso ler um texto tão bom,que vem do fundo da alma!Maravilhoso seu blog!Desejo muitas alegrias e inspiração em 2011,para continuar nos emocionando!Bjs,

Anónimo disse...

Foi
Fôlego
Fundo
Fugia
Fuso
Infinito
Fósforo
fios
fosse
frio
fora
folhas.
forma
força
faltam
garfos



fica bem, kamba Hedu

:-)

abraço

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite, amigo!

Hoje, com toda a simplicidade

venho desejar-lhe

um BOM ANO de 2011!

Um abraço

Tod(as) palavras disse...

quanta riqueza e densidade em cada palavra....2011 seja sempre assim, todos os dias, e pleno em textos. meu abraço carinhoso.

Nilson Barcelli disse...

Edu, este teu texto é uma excelente prosa poética. Soberbo, gostei imenso.
Caro amigo, espero que o teu Natal tenha sido bom. E faço votos para que tenhas um excelente 2011.
Abraços.

ღPat.ღ disse...

É uma honra imensa tua visita e o carinho nas palavras. Obrigada querido!

Sim, eu!

Deixo-te um beijo e meu melhor abraço.. desejando que 2011 seja o ano da poesia em nossas vidas! Ainda volto este ano...

sonjita disse...

"Dezembro-me como se fosse hoje."... adorei!!!!
:)
bjka

Sônia Silvino disse...

Amigo!
Vim ler as novidades e desejar um FELIZ 2011 pra você!
Beijos, muitos!

Isabel Branco disse...

Paradoxos

Que 2011 traga muita saúde e boa disposição e alguma poesia, como a que neste blog temos o prazer de encontrar.

Um beijinho e tudo de bom

Apenas eu disse...

"Agarrou o poema com os lábios e pronunciou beijos que nem sequer eram palavras."
as palavras não são de todos, bem como o gestos, os olhares.
formas de dizer... cada um diz á sua maneira.
Aqui no paradoxos delicio-me a ler o que penso que está escrito...

Feliz 2011

maria manuel disse...

sempre fabulosa a tua linguagem poética!
e sim, «os nossos passos embora dançados de cansaço hão-de sacudir sorrisos em véspera de poesia. Em toda a parte.»

um Bom 2011 para ti, muita paz e poesia. bjos.

Marta Vasil disse...

Hoje venho apenas deixar-te um beijinho de ternura e os desejos de muita harmonia em 2011.

OutrosEncantos disse...

para além de (re)ler-te..., e voltar a ler-te, deixo-te um "presentinho", meu beijo com carinho num desejo de Muito Feliz 2011.

. intemporal . disse...

.

. feliz ano novo . na ascese das palavras maduras . tão tuas, meu amigo . assim as sentimos nossas .

.

. um abraço . sentido .

.

. paulo .

.

Pérola disse...

Seja bem vindo em 2011 meu querido.
Beijokas millllllllllllllllllll.

AFRICA EM POESIA disse...

Gosto de passar e ler.
Hoje deixo...


VIM DESEJAR UM feliz ANO DE 2011
que a Saúde seja o prato principal...

Um beijo

jardinsdeLaura disse...

Genial... simplesmente genial! Parabéns!