segunda-feira, 5 de março de 2012

Envelhecer
com infâncias à volta da memória

4 comentários:

Nanda Assis disse...

Sou sua fã incondicional!!

feliz semana meu poeta preferido.

bjos...

Célia Rangel disse...

Esse é o meu processo atual!
Abraço da Célia.

OUTONO disse...

...maravilho-me neste pensar que me assusta...velho me confesso!

Abraço!

... a cada instante ... disse...

E as memória transformam-se com o tempo e envelhecem como nós...

Abraço.