sábado, 26 de janeiro de 2013

Se pensas que a maneira mais eficaz de afugentar a saudade é atirar-lhe pedras, enganas-te, as horas que nos pertenceram ainda vão arder muitas vezes nas imediações do teu pulso e em tudo, sem excepção, hás-de encontrar o vácuo imperfeito das promessas inúteis

6 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

As saudades são difíceis de vencer e naquelas horas em que nos batem à porta não há modo de as vencer.

Não existem remédios nem curas mas deixá-las correr livremente.

Filipe Campos Melo disse...

O rasto que resta como memória

Abraço

disse...

SEM PALAVRAS...

Sonhadora (RosaMaria) disse...

As memórias são a bagagem que transportamos ao longo da vida.

Um beijinho
Sonhadora

Nós do blog disse...

SAUDAÇÕES.

Maria Lucas disse...

Estou às voltas com esse problema. Adoro tua escrita