sexta-feira, 2 de maio de 2008

Paradoxos

Acariciar-te a sangue frio sem lubrificar a minha língua, domesticar os teus gritos no crepúsculo em brasa no teu olhar, ser vegetariano e antropófago na ausência dos teus lábios,

Quem?

Detectar os pontos essenciais do teu corpo protegido com arame farpado, arrancar as raízes que te prendem ao olhar choramingas com o qual desfilas nas ruas, armadilhar as tuas ilusões com um sopro de ironia e algum erotismo gracioso,

Quem?

Ensaiar um sorriso diante do espelho, ensaiar uma declaração de amor, sair de casa esquecendo o sorriso no espelho e a declaração no interior das cordas vocais e, de repente, ter que improvisar o espontâneo diante da realidade feroz esplendidamente fértil,

Quem?

Semear um relâmpago nas nuvens, agarrá-las pelo colarinho, esbofeteá-las até ressuscitarem as lâmpadas fundidas do teu talento para reinventar um novo amor,

Sim, quem?

Hei-de descobrir o endereço dos teus segredos ilegítimos, hei-de largar esta abstinência de ti e deixar-me desviar pelo vício de te proibir a respiração com golpes de poesia, hei-de passear por ti em sentido inverso, distribuir-te o melhor papel na encenação, coagir-te com meiguices a representar que não estás a representar quando a tua boca deita fora um beijo em minha direcção, sepulta-me os destroços da minha sombra, corrige os traços oblíquos do meu rosto,

Quem?

Logo pela manhã, pentear-te o cabelo, os delírios, as lágrimas, a solidão, a voz hesitante, o corpo todo despenteado, o sono descabelado, o pijama enrugado, logo pela manhã, não ser vulgar, ser obsessivamente cúmplice das noites remuneradas com a tua carência afectiva, trair-te com outra, sim, seduzir uma outra fracção de eternidade, atrair-te ao folclore de palavras com alma, vazias por dentro, fragmentar o medo de te ouvires a ti própria, impedir que em mim se infiltre o teu suor, a metamorfose dos teus presságios de esperança e…

Quem?

Quem te vai relembrar a razão da tua vida quando não mais tiveres razões para recordar a tua memória? Quem irá preencher a textura do teu vazio trágico quando de ti o mundo ficar cheio? Quem irá dar sangue aos teus versos quando a inspiração te fugir do peito? Tirar fotocópias aos sonhos demitidos a meio do caminho, quem? Quem vai? Ler as palavras contraceptivas que fizeste desabar no útero dos poemas, ler-te sonetos quando tu desaprenderes a ler com as sensações, quem? Adivinhar as tuas mãos quando os teus dedos se fecharem, quem vai olhar por ti o mundo quando os teus olhos avistarem o deslumbramento absoluto, quem te vai amar e desamarrar dos paradoxos deste silêncio audível nas folhas em branco?
Quem?! Quem és?

72 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Vc escreve muito bem! Parabéns!

Obrigada por suas visitas e comentários!

Beijos

Claudia Perotti disse...

Quem? Pouco importa...
Está divinamente escrito e sentido!

Beijinhosssssssssss

fadazul disse...

TALVEZ EU O FAÇA MESMO ÚLTMO E DERRADEIRO DELÍRIO... LINDO!!!
PARABÉNS, BJKS

biazinha disse...

uau..que sexy!
ainda sou um diabrete em desenvolvimento, poetaés tu, gajão!
Vlw pela visita!
Seu cafofo é muuuuito vom!
Volte sempre que desejar!

bjuxxx.

(666)

EDUARDO disse...

Dama de Cinzas

Faço por não escrever só a língua porém, linguagens.

obrigado e um beijão grande!

EDUARDO disse...

Cláudia Perotti

São as interpretações que faço do meu mundo, em palavras.

Quem? Não importa. Tens razão. Obrigado por seres quem também passa por aqui!

EDUARDO disse...

Fadazul

Deve ser da intensidade que transforma as palavras em lâminas.
O que importa é que haja sempre quem, quem não tenha receio de algo assim, cortante...

beijão sem cortes :-)

EDUARDO disse...

Biazinha

É preciso começar por algum lado... Quem? Só tu. A dar os primeiros passos... Por ti mesma!

beijãozinha :-)

Jaime disse...

Tens uma escrita muito estimulante. Vou voltar com mais calma para ler mais... Um abraço.

Shakti disse...

Será quem és . ou quem serás ?!?
Realidade ou ficção o facto é que a conclusão deu um bom texto , texto com paixão e muita interrogação !!

Parabéns , de certeza que irei voltar mais vezes!!!

Bjs

P.S- Obrigada por teres entrado no meu cantinho deste imenso mundo !!

EDUARDO disse...

Jaime

Um abraço... Obrigado pela viagem interior que justificou o início... E vai confirmar um regresso...

EDUARDO disse...

Shakti

Não é imperioso que a realidade se converta em verbo sem metáforas... O importante é que o poema seja um registo sólido das vivências... ou ideias do seu criador.

Um beijão grato pelo momento verídico que me concedeste :-)

Volta, sempre...

FL disse...

Obrigado pela visita. Valeu a viagem que terei todo o prazer em repetir. O link fica lá.
BFS

Anónimo disse...

Começei a ler e senti uma aceleraçao no ritmo cardiaco,até chorei.
Luisíndia Caetano.

sinhã, a. disse...

Paradoxos irreverentes. ;-)

antónio paiva disse...

...

paradoxalmente pertinente e bem escrito.

...

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Amigo, belíssimo poema... Adoreiiiiiiiiii
Bom fim de semana!
Beijinhos,
Fernandinha

OUTONO disse...

Eduardo

Ajuda-me...por favor.

"trair-te com outra, sim, seduzir uma outra fracção de eternidade, atrair-te ao folclore de palavras com alma, vazias por dentro, fragmentar o medo de te ouvires a ti própria, impedir que em mim se infiltre o teu suor"

Tão forte, directo, concludente e simples. Em resumo, a tua bela escrita. Não vais parar?

Um forte abraço!

Dani disse...

Quem é?
rsrs
Pena que não deu para vc ver o vídeo, muito engraçado =)
Bjos n'alma.

Sérgio Figueiredo disse...

Meu Bom Amigo Edu,

O post é irreverente quanto ás muitas e poderosas palavras de saberes.

Post de fortes sentimentos, mas... será incertezas?

Um Abraço Forte

Perla disse...

Puxa!
Ia ficando sem respiração!
Quem?
Não sei...

Bijin

Justine disse...

Belo texto, em que as interrogações sem resposta são o caminho, afinal a percorrer por todos nós.

E obrigada pela visita lá por minha "casa"

lua prateada disse...

Não há medicamento mais adequado,precioso e eficaz para curar desgraças do que um amigo.
Nele nós encontramos, conforto quando estamos em dificuldade-
Com ele podemos partilhar a felicidade dos momentos de alegria.
Beijinho prateado com carinho e votos de um feliz domingo
SOL

Xinha disse...

Quem? Não importa. Sente/Vive/Respira sempre com esta intensidade! Mais um grande uauuuuuuuuu amigo, mais um!
Bjs*

pin gente disse...

sou quem chega sem se anunciar
de mãos abertas à verdade
perguntas quem?
sou quem olha com os olhar meigo e delicado
e quem ouve as palavras e as tenta entender
se me defendo?
sim, também por ti
porque também sou quem busca no tempo o prazer da vida
quem gostaria de não perder
perguntas quem?
não sei responder...



gostei das tuas palavras
(vim pelo desafio da amizade do outono)
abraço
luísa

EDUARDO disse...

FL

Repete sim,as portas estão abertas!
Basta tocar a... palavra!

:-)

EDUARDO disse...

Luisíndia Caetano

"Começei a ler e senti uma aceleraçao no ritmo cardiaco,até chorei"

Lágrimas de emoção e alegria, espero! :-)

beijão ritmado na aceleração cardíaca do poema, sim, porque os poemas também têm coração, creio.

EDUARDO disse...

Sinhã, A

Sem dúvida...

Escondo-me de propósito só pra ter o prazer de ser encontrado, irreverente, fora da linha, fora da lei, à revelia da normalidade, algumas vezes à revelia do próprio conceito de poesia... Não sei... Cena estranha esta, de escrever fora da regra, brincar com as palavras e deixar que elas gozem comigo também.

Um dia ainda sou apedrejado pelos verdadeiros poetas :-)

EDUARDO disse...

António Paiva

Sabes, é apenas uma tentativa de sacudir o pó encadernado nos meus olhos, obrigado pela passagem por mim :-)

Revolta sempre amigo :-)

EDUARDO disse...

Fernanda & Poemas

"Acariciar-te a sangue frio sem lubrificar a minha língua, domesticar os teus gritos no crepúsculo em brasa no teu olhar"

Olha, vem sempre olhar-me neste lugar de linguados e linguagens lubrificadas pela saliva das metáforas...

Beijão Fernabdinha!

EDUARDO disse...

Outono

Dizer-te que a palavra é uma armadilha que dá pra tudo, todos nós já sabemos, elas são assim mesmo, ímpares e imparáveis...

Um forte abraço caro amigo, obrigado pela dedicação!

EDUARDO disse...

Dani

Ficará p`rá uma próxima oportunidade... valeu a tua vinda :-)

EDUARDO disse...

Sérgio figueiredo

São as minhas certezas de pés bem assentes no sonho!


Um grande abraço, amigo, poderoso :-)

EDUARDO disse...

Perla

Haja respiração! :-) nestas palavras boca a boca

um beijão em ti amiga

EDUARDO disse...

Justine

Não tenho receio de não obter respostas. Tenho medo de não mais poder perguntar!


um beijão terno, grato pela entrada, volta, já sabes... :-)

EDUARDO disse...

Lua Prateada

Amiga fiquei na dúvida... hum...
Mas gostei do comentário...

beijão em ti

EDUARDO disse...

Xinha

Mais um... é verdade :-)

Espero que te tenhas sentido acompanhada por mim ao longo da leitura...

beijão Xinha amiga, em ti!

EDUARDO disse...

Pin Gente

Recriaste o meu espanto,
com o teu comentário em formato de poema, mergulhaste no texto até à raíz, nota-se!! :-)

Um abraço ao Outono por te encaminhar até ao meu albergue...

beijinhos "com golpes de poesia" amiga Luisa

Tá-se bem! disse...

Eduardo, grande magia com as palavras... Parabéns!
Abraço e Continua

Oliver Pickwick disse...

Texto requintado, alegórico e reflexivo. Obrigado pela visita ao condado, prezado amigo.
Um abraço!

Encontro de Almas disse...

Ai ai em que estavs a pensar enquanto escrevias isso? hum? heheheh

beijinho, gostei

M. disse...

Olha...sabes.. estás de parabéns. É que à medida que te lia senti-me encostada à parede com um dedo apontado a mim e um olhar quase desapontado enquanto rugias (só para dar mais pimenta à cena, claro) as palavras entre perdigotos e abanões da cabeça em jeito de pergunta depois de cada interrogação. A resposta seria TU! - se não tiveasses perguntado no final QUEM ÉS?!

(isso querias tu saber...)

____________________
por outras palavras, gostei imenso

Beijo

gaivota disse...

afinal quem é?, quem és?... está lindo, gostei muito destes paradoxos
obrigada pela visita
beijinhos

O Árabe disse...

Bem... com certeza, este é um texto lindo, amigo. Oxalá consigamos sempre fazer isto com os nossos paradoxos! :)

Dantas disse...

q lindo ;~~
vamos nos linkar?

Val Du disse...

Quem és? Quem?

Eu digo: é o sr Paradoxos, grande Eduardo, que anda mandando muito bem aqui nesse mundo dos blogs.

eh, então jah eh meu brother!
nóix, hehehehehehe!

bjao

Isabel José António disse...

Caro Amigo Eduardo,

Vim aqui retribuir-lhe a visita e deparou-se-me este belo poema. Cheio de força e vitalidade e com um ritmo , diria, frenético.

Muitos Parabéns.


QUEM

Quem senão tu para lágrimas apagar
as dos outros, as tuas?
Quem senão tu,para dormir, acordar
agarrado a peredes nuas?

Quem senão tu, para ouvir o som
Duma borboleta a esvoaçar?
Quem senão tu, para possuir o dom
De escrevendo, saber rimar?

Todo o Universo está dentro de ti
Tudo está entrelaçado qual teia
Tudo começa sempre AGORA e AQUI
Descobre TUDO sem qualquer peia

Um grande abraço e parabéns

José António

Auréola Branca disse...

Fôlego...
Não mais existe em mim depois de ler tuas escritas.

"arrancar as raízes que te prendem ao olhar choramingas com o qual desfilas nas ruas".

Tu percebes quão me comove?

odilla disse...

Além de ser muito bonito...também escreves bonito.
Maravilha!!!:)

Anónimo disse...

o poema começa com palvras bastante sugestivas:acariciar-te,lubrificar,
lingua,gritos,brasa,olhar,labios ; por mais que eu queira ser ingenua é enevitavel que o pensamento nao seja arrastado para o instinto mais animal,"a interpretaçao espontanea diante do texto feroz esplendidamente fertil".
Agora amarrada aos paradoxos que nunca permitem que as folhas fiquem em branco porque a abstinencia nao abrange os sentimentos.
Luisíndia Cartano

Clara disse...

Depois de ler este texto tão sensual, fiquei sem palavras. Perfeito!

Beijinhos.

sonjita disse...

Li tudo isto e só penso... palavras destas não deviam ficar aqui

BJokas

MARIA MERCEDES disse...

Adorei o "Tirar Fotocópias aos Sonhos Demitidos". Excessivo e Barroco como gostas...Quem és? És Tu, brincando com os Paradoxos!

beijinhos excitantes

anamarta disse...

belíssimo poema!Fiquei sem palavras!Parabéns
um beijo

elvira carvalho disse...

Um texto muito bom na minha humilde opinião. Parabéns. Escreve com sentimento.
Uma boa semana.
Um abraço

Peach disse...

Só consigo dizer...

SUB-LI-ME!

beijo

Carla disse...

Quem?
pode calar estes sentimentos vagabundos que enchem o teu respirar!

Quem?
pode ser nuvem, desejo, amor e paixão!

Quem?
pode ser silêncio e voz!

Quem?
não se delicia com os teus paradoxos?????
beijos

NAELA disse...

Eduardo amazing!!! Estou sem palavras, como sempre a tua escrita ultrapassa qualquer barreira da retorica!
Beijo doce...quem?

Arnaldo Trindade disse...

Faço minhas as palavras de nossa amiga Naela.

Parabéns Eduardo,abraço amigo e continue assim.

Marcelo Martins disse...

Eis uma viagem pelos sombrios corredores da nossa alma.
De onde procuramos tirar respostas que nem sempre nos saciam.
Ou, quase nunca...
Belíssimas linhas as suas.

Rosa disse...

Saber quem é assim tão importante? :)

Alma Nova ® disse...

Quem? ...Paradoxos da vida neste caos de morte em que vivemos.

Mãe Galinha disse...

Humm... quem será? :-)

~pi disse...

impedir em mim o

r
i
o

do teu sangue

im) pe d ir ~

Maria Laura disse...

Eternas inquietações num admirável texto.

Lyra disse...

Olá,

Venho pedir desculpas por não vir cá há tanto tempo, mas a verdade é que o meu filhote esteve doente e, como estive com ele em casa, o trabalho acumulou e agora o tempo é escasso.

Hoje apenas venho agradecer a tua amizade e simpatia e dizer que voltarei brevemente, com mais tempo, para pôr a merecida leitura do teu blog em dia, sim?

Beijinhos e até breve.

;O)

Rui Caetano disse...

Um texto maravilhosamente bem escrito e com o sentir à flor do olhar profundo.

Fernando Rozano disse...

texto de tirar o fôlego, de tamanha intensidade. escrita e vida se confundem em pura e mágica sensibilidade. abraços.

Bipede Implume disse...

Olá Eduardo
Grata pela visita ao Com Calma.
As tua linguagem poética jorra como lava incandescente.
Continua. Gostei bastante.
Abraço.

Val Du disse...

Grande Eduardo: o homem das palavras.

Vai que é tua!!Heheheheheheh! :)

Beijos

mundo azul disse...

Gostei demais!
Parabéns pelo texto...
Beijos e uma semana iluminada!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,