sábado, 2 de junho de 2012


8 comentários:

Anónimo disse...

tantos parafusos, só alguns conseguem descobrir a sequência e são esses alguns que fazem a diferença quando escrevem e até quando respiram tal como TU!
deves ser uma pessoa muito especial.

Manuela

Célia Rangel disse...

No meu horizonte não cabe um parafuso sequer... quero-o liberto!
Abraço, Célia.

Nanda Assis disse...

parafusar meu eu em vc.

bjosss...

Justine disse...

Seria um trabalho de interesse humanitário:-))))))
Abracinhos fortes (não é um contrasenso!)

Anabela disse...

Se encontrares o que me falta agradeço-te :)

beijo desaparafusado

OUTONO disse...

...a tua criatividade...como sempre ...bem "aparafusada".
Abraço!

Areia às Ondas disse...

Para quem goste de ler, de ser surpreendido, de visualizar o interior, o nosso e o de outrem, a melhor prenda é este blog.
Não ocupa espaço, físico, bem entendido e, no entanto, é tão grande! Muda frequentemente, enriquece-se e enriquece-nos; faz-nos sorrir e suspirar, leva-nos para outras dimensões, transporta-nos.
A indicação de um blog assim para que o acompanhemos é uma prenda extraordinária. Grande abraço, renovado.

disse...

talvez assim tudo aparafusado a linha fique ao nosso jeito...